Balieiro é preso e se torna o 4º ex-deputado a cumprir pena no Amapá

Centro de Custódia do Zerão, onde o deputado iniciará o cumprimento da pena
Compartilhamentos

Por SELES NAFES

O ex-deputado estadual Agnaldo Balieiro da Gama, de 41 anos, se apresentou à Polícia Civil do Amapá, na tarde deste domingo (10).

Ele estava acompanhado de um advogado quando chegou à Delegacia Geral de Polícia, no complexo de secretarias do governo do Estado, no Centro de Macapá, por volta das 16h50min. 

Balieiro foi submetido a exame de corpo de delito e levado para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen). Em seguida, ele será transferido para o Centro de Custódia do Zerão, na zona sul de Macapá, onde ficam os policiais condenados ou presos preventivamente.

A apresentação ocorreu no momento em que a Polícia Civil estava pedindo à Justiça a inclusão da “difusão vermelha da Interpol” no mandado de prisão, expedido no dia 5 de fevereiro.

Balieiro foi secretário de Administração do governo do Amapá. Fotos: Arquivo/SN

O ex-deputado pelo PSB e ex-secretário de Administração do Estado, em 2012, foi condenado a 5,9 anos de prisão, em regime semiaberto, pelo recebimento fraudulento de R$ 900 mil da verba indenizatória da Assembleia Legislativa. Segundo o Ministério Público do Estado, ele teria utilizado notas fiscais falsas. A condenação é de 2015, mas somente agora os últimos recursos foram julgados

Com a prisão de Balieiro, sobe para quatro o número de ex-deputados estaduais cumprindo penas por crimes de corrupção.

Moisés Souza, ex-presidente da Assembleia Legislativa (pena de 13,4 anos em regime fechado)

Edinho Duarte, ex-primeiro secretário (pena de 13,4 anos m regime fechado)

Eider Pena, ex-primeiro secretário (pena de 4,6 anos em regime semiaberto)

Agnaldo Balieiro (5,9 anos em regime semiaberto)

 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.