Comércio alaga, e prefeitura emite alerta de transbordamento de canais

Prefeitura diz que lixo em bueiros impediu escoamento da água da chuva no Centro Comercial
Compartilhamentos

Por SELES NAFES

Os canais resistiram até agora, mas os bueiros não deram conta de drenar a água da chuva, na manhã desta terça-feira (19), em Macapá. Várias ruas e avenidas do centro comercial da capital foram alagadas e algumas lojas foram atingidas após dois dias de chuvas.

A prefeitura de Macapá emitiu um alerta de transbordamento de canais a partir das 15h30min de hoje, quando haverá maré alta do Rio Amazonas. O medo é que a soma de chuva e o pico da maré possa fazer estragos ainda maiores do que já ocorreram até agora.

Apesar das ruas do comércio terem alagado, os canais não chegaram a transbordar.

“Existem pessoas desabrigadas em alguns pontos, e estamos todos mobilizados para desobstruir os bueiros. Esse é o grande problema. A maré estava baixa, por isso o canal não transbordou”, informou o coordenador de comunicação da prefeitura, Diniz Sena.

Loja da Domestilar tinha sido ilhada, mas água recuou. Foto: Rodrigo Indinho

Sobre os canais, Sena voltou a alertar para o lixo descartado pela própria.

“Só no Canal do Beirol foram retiradas mais de 300 toneladas em dois dias. É o equivalente a 300 Fiat Uno que estavam dentro do canal”, comparou.

O Portal SN está no Centro Comercial da cidade acompanhando os trabalhos da prefeitura e drama de moradores e comerciantes. A água já recuou em alguns pontos, mas a prefeitura não cancelou o alerta.

Em alguns lugares, como na Avenida Cora de Carvalho, Centro, a água subiu tanto que teve morador usando um caiaque.

 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!