Ex-deputado do Amapá se apresentará nas próximas horas, diz defesa

Em apenas seis anos, Balieiro transitou de um cenário de vitória nas urnas para a condição de procurado pela justiça
Compartilhamentos

Por SELES NAFES

Uma fonte na Polícia Civil do Amapá confirmou ao Portal SelesNafes.Com, no início da noite desta quarta-feira (6), que o ex-deputado estadual Agnaldo Balieiro (sem partido), deverá se apresentar nas próximas horas para iniciar o cumprimento da pena por desvio de dinheiro da Assembleia Legislativa do Amapá.

Por ser policial militar da reserva, há a possibilidade de a defesa requerer a transferência dele para o Centro de Custódia do Bairro Zerão, na zona sul de Macapá, por motivos de segurança. É onde ficam presos os policiais condenados ou que ainda respondem a processos.

Balieiro foi condenado a 5,9 anos de prisão, em regime semiaberto, por receber R$ 900 mil da verba indenizatória da Assembleia Legislativa usando notas fiscais falsas. É quase o mesmo caso do ex-deputado Eider Pena (PSD), que se apresentou no feriado do dia 4, após passar 14 dias sendo procurado, para iniciar o cumprimento da pena de 4,6 anos, também em regime semiaberto. Ao contrário de Balieiro, Eider está cumprindo o início da pena no Iapen, mas já solicitou a prisão domiciliar com uso de tornozeleira.

Carreira curta

Balieiro teve uma carreira política meteórica, da ascensão à queda. O soldado da Polícia Militar do Amapá foi eleito deputado estadual em 2010 quando era filiado ao PSB, partido que seria o grande vitorioso naquela eleição marcada pela Operação Mãos Limpas, da Polícia Federal.

No governo de Camilo Capiberibe (PSB) seu prestígio era tamanho que chegou a ser nomeado secretário de Administração do Estado. Em 2012, no entanto, ele estava na relação de deputados investigados nos escândalos de corrupção na Assembleia Legislativa expostos pela Operação Eclésia, do Ministério Público do Estado.

Em 2015, o PSB expulsou o ex-deputado. Foi logo depois de ser protagonista numa reportagem sobre a farra de dinheiro público na Alap. A matéria foi exibida no Fantástico (TV Globo).

O início do cumprimento da pena de Balieiro é um lamentável desfecho para um jovem político que tinha potencial para ser diferente.   

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.