Operação prende mais de 60 em Macapá e Santana

Mandados são cumpridos contra investigados por tráfico, estupros, homicídios e latrocínios
Compartilhamentos

Por SELES NAFES

A Polícia Civil do Amapá está cumprindo 60 mandados de prisão desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (8), nas ruas de Macapá e de Santana. A Operação Gregoriano tem como foco investigados e condenados em crimes de tráfico de drogas, armas, estupros e roubos.

Em tempo: No fim da manhã foram confirmadas 62 prisões. 

Delegado geral de polícia, Uberlândio Gomes, comanda a operação

A operação é coordenada pela Delegacia Geral de Polícia, chefiada hoje pelo delegado Uberlândio Gomes. Além dos mandados condenatórios e de prisão preventiva, os agentes cumprem 13 mandados de busca e apreensão atrás de drogas e armas em Santana, cidade a 13 km da capital.  

Além de tráfico de drogas e armas, os mandados referem-se a crimes de homicídio, estupros, roubos e latrocínios. Os números da operação são grandes. Os 150 agentes são de 15 delegacias da capital e de 10 do interior do Estado, e utilizam 32 viaturas.

Até as 8h mais de 40 pessoas já haviam sido presas.

“Ainda estamos na operação. A expectativa é devemos chegar a 50 prisões”, comentou o delegado Uberlândio Gomes.

Também houve apreensão de armas e drogas. A operação recebeu o nome em alusão ao Papa Gregório, criador do calendário, e faz uma alusão ao cronograma de operações da PC durante 2019.

Em tempo: No fim da manhã foram confirmadas 62 prisões. 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.