Waldez pede retomada da transposição a presidente do TCU

Procedimento que leva os servidores do ex-Território Federal aos quadros da União foi suspenso em janeiro pelo tribunal
Compartilhamentos

Por DA REDAÇÃO

Durante encontro em Brasília com o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro José Múcio, o governador do Amapá, Waldez Góes, defendeu a retomada do processo de transposição dos servidores do ex-Território Federal do Amapá à União, pela Emenda Constitucional 98 (EC 98).

A reunião ocorreu na quarta-feira (21) e teve também a participação do secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia, Wagner Lenhart. 

No AP, cerca de 20 mil esperam avaliação Foto: Irineu Ribeiro (Secom)

Waldez Góes reforçou que assegurar o direito aos servidores é um assunto permanentemente prioritário.

“Nos últimos anos, o Amapá avançou muito para garantir esse direito aos trabalhadores, mas ainda há um caminho significativo pela frente, por isso, viemos trazer nossa preocupação com a interrupção do processo. Mas estamos tranquilos porque temos ciência que não há erros nem na legislação criada nem nos procedimentos adotados pelo Estado. Existe um crivo rigoroso de transparência em todos os sentidos na aprovação de cada processo”, pontou o governador.

No Amapá, cerca de 20 mil pessoas deram início ao processo de transposição, regulamentada em 2018, pelo então presidente Michel Temer. Contudo, no dia 24 de janeiro deste ano, o TCU determinou a suspensão do procedimento.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.