Foragido morre em troca de tiros após perseguição

Infrator e bando estariam em um carro, armados, aterrorizando bairros de Santana
Compartilhamentos

Por OLHO DE BOTO

No começo da tarde desta quinta-feira (7), Anderson Queiroz de Jesus, de 25 anos, foragido do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), morreu em confronto com militares do 4º Batalhão da Polícia Militar (4º BPM), em Santana, a 17 quilômetros de Macapá. 

O fato ocorreu por volta de 12h30, na Travessa 7 do Bairro Provedor II.

Foragido, Anderson resistiu duas vezes à voz de prisão da PM. Foto: reprodução

O infrator e um grupo de pelo menos outras três pessoas foi denunciado à polícia por estar em um carro, modelo Classic, efetuando disparos de arma de fogo e aterrorizando as pessoas em vários bairros. 

Após fazer o cerco ao local indicado, a PM encontrou com o bando em um sinal, próximo a um cemitério. Foi pedido para que o veículo parasse, mas os criminosos avançaram o sinal vermelho e tentaram empreender fuga, sendo perseguidos pelos militares.

Dois adolescentes integrantes do bando foram apreendidos. Foto: Olho de Boto

Após passarem pela área portuária, os ocupantes do carro abandonaram o veículo. Dois deles, menores de idade, dos sexos masculino e feminino, foram apreendidos. 

Outros dois membros do grupo desceram do carro armados e disparando contra a polícia. Eles foram localizados no quintal de uma casa, onde foi dada nova voz para que se entregassem. Porém, Anderson Queiroz de Jesus teria resistido e acabou alvejado com dois disparos.  

Veículo apreendido estava adulterado. Foto: Olho de Boto

O Corpo de Bombeiros Militar foi acionado para prestar socorro ao infrator, mas o óbito foi logo constatado. Com o morto, a polícia encontrou uma pistola calibre 40. O comparsa armado, de identidade não revelada, conseguiu fugir.

O carro em que os criminosos fugiam estava com a placa adulterada, com restrição de furto e roubo.

Segundo a polícia, há a suspeita de que o automóvel seja o mesmo usado em um homicídio na terça-feira (5). No caso, Quelson dos Santos, vulgo “Doutor”, foi morto com arma de fogo, próximo da Vila Olímpica de Santana, no cruzamento da Rodovia Salvador Diniz com Avenida Pastor Sozinho. 

Foto de capa: Olho de Boto

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!