Menino de 6 anos se alimentava em latão de tinta

Criança foi resgatada por conselheiros tutelares da zona norte. Pai não foi encontrado, e poderá ser processado
Compartilhamentos

Por RODRIGO INDINHO

O Conselho Tutelar da Zona Norte de Macapá resgatou uma criança que estava vivendo em condições subumanas na casa do pai, na zona rural de Macapá, nesta terça-feira (12).

Os conselheiros tinham sido acionados para acompanhar um caso de maus-tratos a um menino de seis anos na Linha B do pólo agrícola da Rodovia AP-440, conhecida como “Ramal do KM-9”. O garoto tinha seu almoço armazenado e feito em um latão de tinta.

Segundo informações do conselho, a criança que deveria estar sob os cuidados do pai, foi encontrada por volta das 16h muito magra, suja, descalça, com fome e com feridas por todo o corpo, inclusive nas partes íntimas.

De acordo com a conselheira Érica Nunes, o garoto informou que seu pai o teria deixado sozinho desde a manhã e que não sabia a hora de que ele iria retornar. Isso já vinha acontecendo rotineiramente há algum tempo.

“Ao entrarmos na residência verificarmos toda a situação, além da criança estar visivelmente doente, o que nos preocupou, ela estava em situação de maus-tratos e nos disse que o que estava em um latão de tinta seria seu almoço. Isso é inadmissível”, destacou a conselheira Érica Nunes.

As imagens das condições físicas do menino não foram divulgadas pelo Conselho Tutelar.

A criança foi retirada da residência, levada a um hospital e depois de liberada pelos médicos. O menino foi entregue para os cuidados de sua mãe. Ela alegou que desde dezembro era impedida pelo pai de ter contato com o menino.

Quarto onde o menino dormia com o pai. Fotos: Conselho Tutelar da Zona Norte

A mãe foi quem fez a denúncia e acompanhou o caso. Ela não explicou porque era impedia de ver seu filho.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e ao Adolescente no Amapá (Dercca), e o pai será chamado para prestar depoimento. 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!