Querosene de aviação: senador tenta convencer deputado sobre ICMS menor

Conversa entre Randolfe Rodrigues e Jesus Pontes ocorreu no Fórum de Governadores
Compartilhamentos

Por SELES NAFES

A disposição da Gol Linhas Aéreas em reduzir a quantidade de voos para Macapá parece uma ironia que surge no momento em que o Amapá, depois de 15 anos de espera, está prestes a ter inaugurado o novo Aeroporto Internacional.  

A empresa informou ao senador Randolfe Rodrigues (REDE) que a medida poderia ser anulada se o governo do Estado reduzisse de 27% para 5% a cobrança de ICMS sobre o querosene da aviação.

No Pará, onde a alíquota baixou para 4%, houve ampliação da oferta de voos. Além disso, as companhias estão preferindo reabastecer em Belém antes de prosseguir para Macapá e outros destinos na Amazônia.

O voo será que cancelado no Amapá é o que faz o trecho Macapá/Brasília, sem escala em Belém.

Durante o Fórum de Governadores, realizado dias 28 e 29 de março, em Macapá, o senador tentou convencer o deputado estadual Jesus Pontes (Podemos) a ajudar numa articulação que incentive o governo do Estado a reduzir a carga tributária do combustível de aviões. Assista.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.