Assaltante morre ao enfrentar o BFT durante assalto em residência

Confronto ocorreu dentro da casa, no bairro Jardim Equatorial, na zona sul de Macapá
Compartilhamentos

Por OLHO DE BOTO

Um bandido morreu e outro foi preso na noite deste domingo durante um roubo a uma residência, na avenida Antônio Martins da Silva, no bairro Jardim Equatorial, na zona sul de Macapá.

Peritos removem o corpo do suspeito. Ele morreu na sala da casa. Fotos: Olho de Boto/SN

Segundo a Polícia Militar (PM), um deles invadiu a casa enquanto o comparsa esperava do lado de fora. No imóvel, estavam mãe e filha. Elas desconfiaram que um desconhecido poderia estar no recinto, pois o cachorro latia muito. A filha, então, passou o celular para mãe, que se escondeu em um dos quartos da casa. Mas o assaltante já havia invadido a casa e rendeu a filha.

Perito registra imagem do buraco feito…

…no telhado do portão, por onde o bandido entrou.

A mãe ligou para um parente que morava próximo. De imediato, ele saiu de casa e foi em busca de ajuda. No caminho, encontrou uma viatura do Batalhão de Força Tática (BFT) e pediu ajuda.

Quando a polícia chegou no local, avistou o ladrão que havia ficado dando cobertura na frente. Identificado como Luiz da Costa Wanzeler Neto, de 33 anos, a polícia descobriu que ele estava sendo procurado pela Justiça.

Luiz da Costa Wanzeler Neto foi preso na frente da casa. Ele estava sendo procurado pela Justiça

Segundo o major Max Almeida, do BFT, a polícia entrou no terreno e o bandido armado forçou a vítima à falar que era namorada dele. Sem alternativa, ela obedeceu.

“Ele também gritou, pela janela, que se tratava de uma briga de marido e mulher. Mas, os policiais já sabiam que se tratava de um roubo. O comandante da guarnição então pediu que ele mandasse a mulher a outro cômodo da casa para que pudessem conversar melhor, simulando que estava acreditando no bandido. Quando a equipe percebeu que a vítima estava segura, os policiais adentraram por trás da casa e ele começou a tirar. Os policiais reagiram e o indivíduo acabou alvejado”, relatou o oficial.

A pistola de calibre 380 usada contra os policiais foi entregue no Ciosp do Pacoval

Segundo ele, a dupla já havia tentado entrar em outra residência na mesma rua, mas não conseguiu. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e os médicos contataram a morte do suspeito. Ele morreu na sala da casa. Até o horário de publicação desta matéria, o criminoso não havia sido identificado.

A arma usada pelo assaltante foi entregue à Polícia Civil, no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!