Briga pelo poder na Câmara de Macapá, literalmente

Briga teria começado com desentendimento entre presidente e secretário da sessão para a eleição da chefia da casa
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Virou pancadaria a eleição para a presidência da Câmara Municipal de Macapá, que acontecia entre o fim da manhã e o começo da tarde desta quinta-feira (4), no parlamento municipal. 

Nas últimas horas, as redes sociais foram tomadas por registros do episódio. Assista:

 

 

Os vídeos mostram um acirramento anterior que acabou, primeiramente, entre uma troca empurrões e, depois, em troca de socos entre os vereadores Yuri Pelaes (MDB), que presidia a sessão, e Caetano Bentes (PSC), que estava como secretário. O ato levou a uma situação de agressões generalizadas entre parlamentares, assessores e pessoas presentes na casa.  

Segundo testemunhas, a sessão teria começado cinco minutos após o previsto e o presidente da mesa pediu ao secretário que lesse uma documentação que pedia o cancelamento da sessão. O pedido foi protocolado pelo vereador Didio Silva (PRP). Bentes se recusou a ler e então teve início a troca de acusações e as agressões.

Militares do Bope dentro da CMM: ânimos exaltados. Foto: Rodrigo Indinho

A reportagem do Portal SelesNafes.com está neste momento na CMM e apura que até mesmo o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e o Batalhão de Força Tática da PM foram chamados para conter os ânimos.  

A segurança conteve alguns vereadores que também se exaltaram e foram as vias de fato, como Victor Hugo (PV).

A reportagem continua na CMM e em breve o portal publicará mais informações sobre o caso.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.