Começa mais um Ciclo do Marabaixo; veja a programação de 2019

Apesar de algumas festas serem neste sábado (20), a abertura oficial ocorrerá apenas no domingo
Compartilhamentos

Da REDAÇÃO

No próximo domingo (21), Páscoa, começou oficialmente mais um Ciclo do Marabaixo, a maior manifestação cultural do Amapá. O louvor à Santíssima Trindade e ao Divino Espírito Santo começarão pelo Bairro do Laguinho, tradicional comunidade negra do Estado.

Na verdade, parte da programação já começa no Sábado de Aleluia porque segue o calendário litúrgico da Igreja Católica, por isso haverá algumas celebrações nos bairros Santa Rita, Centro e Campina Grande.   

Já no Laguinho, os eventos serão celebrados em duas casas de famílias tradicionais: a casa do Mestre Pavão, na Avenida José Tupinambá de Almeida; e na Casa da Tia Biló, residência onde morou o Mestre Julião Ramos.

Benedita Guilhermina Ramos, a Tia Biló, nasceu no dia 10 de fevereiro de 1925, na cidade de Macapá. É a única filha viva de Julião Ramos e Januária Simplícia Ramos. Como dançadeira, cantadeira e compositora de marabaixo, Tia Biló tem dado continuidade ao legado de seus pais e avós.

Em 1988, Tia Biló, com apoio da família Ramos, fundou a Associação Cultural Raimundo Ladislau. Raimundo Ladislau foi uma das grandes personalidades negras do bairro do Laguinho, considerado um dos mestres da cultura do marabaixo e compositor do antológico e tradicional “ladrão de marabaixo”, a música do Marabaixo.

A composição mais conhecida foi gravada por Luiz Gonzaga: “Aonde tu vai rapaz, por esse caminho sozinho? vou fazer minha morada lá pros campos do Laguinho”.

Público e programação

Os organizadores acreditam que o ciclo deste ano vai mobilizar cerca de 10 mil pessoas em todas as comunidades rurais e urbanas.

“Dentre os objetivos da Associação Raimundo Ladislau está a manutenção e potencialização da cultura negra através da realização do ciclo do marabaixo no bairro do Laguinho como legítima manifestação cultural do Estado, e a preservação das tradições herdadas de precursores como Julião Ramos, Raimundo Ladislau e Tia Biló”, explica a festeira Laura do Marabaixo.

Primeiros festejos ocorrerão no Sábado de Aleluia, mas ciclo abrirá no Domingo de Páscoa. Fotos: Divulgação

A programação do ciclo terá atividades pedagógicas em escolas e universidades, oficinas voltadas para o marabaixo, workshop, rodas de conversas, artesanato afro, comercialização de produtos da cultura afro, entre outros.

“Hoje o marabaixo tombado como patrimônio imaterial cultural do Brasil assume definitivamente a linha de frente da cultura amapaense e nós marabaixeiros e marabaixeiras do Amapá, temos a responsabilidade e o compromisso de darmos continuidade à esta herança e associarmos com isso, métodos de incentivos e valorização de nossa cultura”, finalizou, Laura.

Historiadores contam que, no início das celebrações, as famílias afrodescendentes faziam os festejos na frente da cidade de Macapá, onde moravam, até 1943, ano de criação do então Território Federal do Amapá.

O ciclo só terminará no dia 23 de junho, no primeiro domingo após o “Dia de Corpus Christi”, o chamado “Domingo do Senhor”, quando ocorrem as derrubadas dos mastros e a definição dos festeiros do ano seguinte.

Veja a programação

Programação do Ciclo do Marabaixo
Local: Centro Cultural Casa da Tia Biló
Rua Eliezer Levy, 632 – Laguinho

21/04 – 1º Marabaixo – Domingo de Páscoa – Marabaixo da Ressurreição – 16h
25/05 – Corte do Murta – Sábado do Mastro – No Curiaú – 09h
25/05 – Participação de alunos do IFAP e do Projeto “Macapá Mais Bonita sem dengue e sem zica”, em parceria com Ministério Público.
26/05 – 2º Marabaixo – Domingo do Mastro
29/05 – 3º Marabaixo – quarta-feira da Murta do Divino Espírito Santo – de 16h às 06h da quinta-feira (Levantação do Mastro)
29/05 – Participação dos alunos da EJA da Prefeitura.
30/05 – Início das Novenas do Divino Espírito Santo – 19h
31/05 – 1º Baile dos Sócios do Divino Espírito Santo – 21h
07/06 – Início das Novenas da Santíssima Trindade – 19h
08/06 – 2º Baile dos Sócios do Divino Espírito Santo – 21h
09/06 – Domingo do Divino Espírito Santo – Igreja São Benedito – 07h
09/06 – Domingo do Divino Espírito Santo – Café da Manhã
09/06 – 4º Marabaixo – Marabaixo da Murta da Santíssima Trindade – de 16h às 06h da segunda-feira (levantação do mastro)
10/06 – 1º Baile dos Sócios da Santíssima Trindade – 21h
15/06 – 2º Baile dos Sócios da Santíssima Trindade – 21h
16/06 – Domingo da Santíssima Trindade – Igreja São Benedito – 07h
16/06 – Domingo da Santíssima Trindade – Café da Manhã – 09h
20/06 – Marabaixo de Corpus Christi – 17h
23/06 – Domingo do Senhor – Derrubação do mastro – 17h

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!