Conhecida pela violência, “Caesinha” recebe a Paixão de Cristo

Comunidade conhecida pelas ocorrências de violência raramente recebe eventos culturais
Compartilhamentos

Por RODRIGO INDINHO

Nem a falta de iluminação pública e a forte chuva que caiu na noite desta Sexta-Feira Santa (19), impediram moradores de acompanhar uma encenação de arte e fé numa região conhecida como “Caesinha”, no Bairro Perpétuo Socorro, na zona leste de Macapá.

A área periférica é conhecida por ações criminosas e por ser vista como reduto do tráfico de drogas. Ações culturais são raras para a população da Caesinha.

Morando na comunidade há mais de duas décadas, a dona de casa Alzira Pires, de 37 anos, ficou na chuva prestigiando o espetáculo. Ela disse que ações assim poderiam ocorrer com mais frequência.

“Não acontecem porque o local é mal visto. Poderia ter mais ações como essa, as crianças gostam e aprendem mais. Estamos na chuva por respeito ao espetáculo, o que está apagando o brilho é essa falta de iluminação nos postes”, comentou.

Cia Quimera de Teatro levou emoção e cultura à violenta comunidade da Caesinha

Anjo e a mãe de Jesus

Porteiro Josias Almeida mostra à filha o espetáculo com os atores de rua

Alzira mora há 20 anos na Caesinha

O porteiro Josias Almeida nunca tinha visto nenhum tipo de ação nesta região em anos. Ele aproveitou e levou a filha Karoliny para passear e prestigiar a programação.

“Minha filha ficou empolgada quando soube e, eu trouxe. Aqui a maioria dos moradores é de bem e as pessoas precisam ser notadas pelo poder público, vivemos na escuridão. Espero que tenha mais ações para o povo daqui”, pediu esperançosa.

Chuva não afastou alguns moradores durante a encenação

…e nem a escuridão da praça

O espetáculo “O Cordeiro de Deus” foi encenado pela Quimera Cia de Teatro com apoio da Federação de Teatro do Amapá. A diretora Rosa Rente disse que, mesmo com a chuva, o grupo conseguiu celebrar a Via Crucis levando arte para quem precisa.

“A gente escolheu esse local justamente pelo apelo social. Às vezes eles não têm como ir ao teatro. Passamos convidando todos os moradores e eles receberam o convite com amor e carinho, a prova é que eles estão na chuva assistindo. É muito gratificante receber esse retorno”, considerou.

Diretora Rosa Rente

Moradores receberam convite com carinho

As apresentações de grupos teatrais em homenagem à Semana Santa seguem até este domingo (24). Veja a programação:

Sábado (20/4)

19h30 – Cristo por Elas – Grupo Movimento Cultural Desclassificável (Barracão da Tia Gertrude – bairro Santa Rita – Macapá)

Domingo (21/4)

9h – Musical de Páscoa Aleluia – Cia Viva de Teatro (Rua Evaldo Veras nº 59 – bairro Jardim Marco Zero – Macapá)

17h30 – Projeto Via Sacra na Ponte – Grupo Hemisfério (Encantos dos Alagados – bairro do Muca – Macapá)

17h30 – Estrela Guia – Cia de Arte Tucujú (Baixada do Ceará – bairro Pacoval – Macapá)

19h – Terra Santa – Estrela Guia (Centro de Mobilização Social – bairro Nova Esperança – Macapá)

19h – A Saga de Cristo – Grupo Teatral Marco Zero (Centro Paroquial da Igreja do Perpetuo Socorro – Macapá)

20h – Nazareno o Filho de Deus – Grupo Piracuí (Barracão da Tia Gertrude – bairro Santa Rita – Macapá)

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!