“Decidi continuar a vida”, diz estudante que venceu a depressão

João Vítor dá exemplo para outros jovens e diz que contou com a força dos amigos para continuar a viver
Compartilhamentos

Por RODRIGO INDINHO

Apesar de todos os problemas enfrentados pelos adolescentes nos dias atuais, João Vitor, de 18 anos, procurou pensar no lado bom da vida e decidiu viver. O estudante tentou, por duas vezes, interrompê-la, o que não se concretizou devido a ajuda de amigos.

Estudantes participaram de debates

“Meus amigos conversaram e insistiram em mim, mostrando-me que essa não era a melhor saída. Eu tentei, lutei e decidi continuar. Hoje tenho outro olhar e sempre procuro um refúgio no estudo, no esporte e em conversas com as pessoas”, relata.

O jovem, que agora vive contente e sem dar indícios de que já sofreu com a depressão, aproveitou a programação de prevenção ao suicídio feita pela Secretaria Extraordinária de Políticas para a Juventude (Sejuv) em sua escola, na terça-feira (23), para cobrar mais ações de apoio do poder público às pessoas que sofrem com o problema.

Ação de prevenção ao suicídio, da Sejuv, vai percorrer escolas da rede estadual

“Me sentia triste, sozinho e incapaz de agradar as pessoas. Não tinha como conseguir ajuda e era muito cobrado. As pessoas precisam, também, do apoio da família. Eu prefiro estar na escola, porém, aqui, não tem quem possa vir dar uma palavra de incentivo pra gente. Então, campanhas de prevenção são uma boa iniciativa”, acrescentou João.

Já Ane Castelo, de 17 anos, tem um familiar que sofre com problema depressivo. Ela opina que as pessoas não podem desistir umas das outras.

Ane Castelo: não pode faltar o amor familiar

“O trabalho dos pais, da família e dos amigos é superimportante. Eu, por exemplo, sempre busco falar e ouvir as pessoas. Vejo, também, que ninguém pode ser julgado. Dentro das escolas poderia ter psicólogos, e dentro de casa, não pode faltar o amor familiar. Vamos ajudar as pessoas a viver”, comentou.

João e Ane são alunos do 2° ano do ensino médio da Escola Estadual José Firmo do Nascimento. Eles estiveram participando de uma ação de prevenção ao suicídio realizada pela Sejuv.

Estudantes da Escola Estadual José Firmo do Nascimento atentos à palestra

O órgão iniciou um cronograma de palestras, rodas de debates, apresentações teatrais e musicais, que percorrerá escolas da rede estadual de ensino.

“O objetivo é promover e sensibilizar, através do diálogo entre os jovens, a prevenção ao suicídio e a valorização da vida, através de palestras com psicólogos, entidades não governamentais, profissionais da saúde mental, federações, associações e igrejas, que trabalham na prevenção ao suicídio”, explicou o secretário de Juventude, Pedro Filé.

Público-alvo da campanha são jovens estudantes do ensino estadual

As atividades foram planejadas durante o Fórum da Juventude em Combate e Prevenção ao Suicídio, que ocorreu no fim de 2018. Além de Macapá e Santana, o projeto seguirá para instituições de ensino do interior do Estado.

Fotos: Rodrigo Indinho/SN

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.