Detento do “semiaberto” morre em confronto com a Força Tática da PM

Compartilhamentos

Por OLHO DE BOTO

Um detento do regime semiaberto morreu na noite desta terça-feira (16) ao trocar tiros com uma equipe do Batalhão de Força Tática (BFT), da Polícia Militar (PM).

Breno Vilhena Jaime da Silva, tinha 19 anos, e seria membro de uma facção criminosa que atua no Amapá, segundo a polícia. O confronto aconteceu por volta de 19h30min, na Avenida Clodóvil Coelho, no bairro Novo Buritizal, na região sul de Macapá.

Segundo o tenente Jardim, do BFT, uma equipe patrulhava a área, onde predomina a falta a iluminação pública, quando encontrou vários suspeitos reunidos. Quando os militares tentaram abordar, o grupo se dispersou e alguns correram para atrás de algumas casas.

Local onde os suspeitos estavam aglomerados é escuro

Peritos removem o corpo de Breno

Breno Vilhena Jaime da Silva tinha 19 anos

Durante a incursão, os militares foram recebidos a tiros, que eram disparados de dentro de uma quitinete. Eles então começaram o confronto e, após uma troca de tiros, o atirador foi baleado.

Pistola e drogas apreendidas durante a ocorrência

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e confirmou a morte do suspeito, identificado como Breno, que tinha condenação por receptação.

A pistola, de calibre ponto 40, que, segundo a polícia o criminoso utilizava, foi apresentada à Polícia Civil, no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval. Dentro da quitinete de onde partiram os tiros contra os policiais, foram encontradas porções de cocaína e uma motocicleta roubada.

Moto encontrada na quitinete onde Breno estava é roubada, afirma a PM

Fotos: Olho de Boto/SN

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!