Ex-detento é executado em encruzilhada escura de Santana

O local foi isolado e preservado pelos militares do 4º Batalhão de Polícia Militar até o término da perícia.
Compartilhamentos

Por OLHO DE BOTO

Um crime com características de execução foi registrado na noite desta quarta-feira (10), no município de Santana, a 17 km de Macapá. O alvo do atirador foi Janderson Marreiros de Souza Almeida, de 22 anos, conhecido como “Gege”, que já cumpriu condenação pelo crime de tráfico de drogas, no Instituto de Administração Penitenciária do Estado.

Três tiros, um deles na cabeça, acertaram a vítima, segundo a perícia

Janderson foi morto por volta de 21h, em um trecho escuro da avenida Rio Branco com a rua Adálvaro Cavalcante, no bairro Central da cidade.

Selfie de Janderson feita dois dias antes de sua morte. Foto: Reprodução/OB/SN

O local foi isolado e preservado pelos militares do 4º Batalhão de Polícia Militar até o término da perícia. Os peritos da Polícia Técnico-Científica (Politec) constataram três tiros no corpo da vítima.

Os disparos acertaram a região glútea e a cabeça. Alguns estojos de pistola calibre ponto 40 – munição de uso permitido somente às forças de segurança – foram recolhidos no local.

Alguns estojos de pistola calibre ponto 40 foram recolhidos no local.

Segundo testemunhas, o jovem seguia em direção a casa dele, localizada nas proximidade do local do crime, quando foi abordado por dois homens. Os suspeitos se aproximaram em uma motocicleta de cor preta. O criminosos que estava como passageiro da moto foi quem efetuou os disparos. Em seguida, fugiram sem levar nada. Quando o socorro chegou, Janderson já estava morto.

Faróis de carros auxiliam no trabalho da perícia. Crime ocorreu em esquina escura

A polícia suspeita de execução   motivada por acerto de contas. A autoria do crime ainda é desconhecida. O caso segue sob investigação da Polícia Civil.

Segundo peritos, disparam atingiram a cabeça e a região glútea da vítima

Perna quebrada

Esquina da morte: execução ocorreu no cruzamento das vias Adálvaro Cavalcante e Rio Branco

Durante os tiros, um morador que passava pelo local entrou em pânico e escalou um cercado, tentando fugir. Ao pular para o outro lado, caiu e fraturou a perna. Ele foi levado ao Hospital de Emergências. O estado de saúde dele é estável.

Fotos: Olho de Boto/SN

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.