Moradores trocam lixeira viciada por plantas

Prefeitura ajudou na limpeza e no trabalho de colocar as mudas no local
Compartilhamentos

Por RODRIGO INDINHO

Para tornar o ambiente onde vivem mais bonito e preservado, moradores do Bairro Zerão, na zona sul de Macapá, tiveram uma excelente iniciativa. Eles doaram mudas de diversas espécies para serem plantadas no local onde, até recentemente, existia uma lixeira viciada.

A força-tarefa de limpeza e arborização aconteceu nesta terça-feira (16), numa área conhecida como Associação dos Maranhenses, no cruzamento da 36ª Avenida Maria Lúcia Brasão com a Rua Doutor Braulino.

Ação envolveu comunidade e poder público. Foto: Gabriel Flores/ascom PMM

Moradora do local há mais de três décadas, Piedade da Silva, de 64 anos, foi quem fez a doação das mudas de espécies frutíferas, medicinais e ornamentais. Ela disse que espera que as pessoas possam se conscientizar.

“Fiz a doação de coração e espero que a população tenha educação e não volte a sujar. A limpeza vai evitar bichos e ficou muito mais bonito com as plantas. Sempre que puder ajudarei com doações”, disse.

Piedade da Silva: doou espécies frutíferas, medicinais e ornamentais. Foto: Rodrigo Indinho

Para a professora Tatiara Cordeiro, de 42 anos, os ensinamentos de conscientização precisam ser repassados para os jovens.

“É preciso repassar esses ensinamentos de conscientização para nossas crianças, que são o nosso futuro. Não só os moradores daqui, mas toda a sociedade. É muito bom morar num ambiente limpo, tentem”, sugeriu.

Antes, abandono e sujeira. Foto: arquivo dos moradores

 

Expectativa agora é que área seja preservada. Foto: Gabriel Flores/ascom PMM

De janeiro a março, a prefeitura catalogou 90 lixeiras viciadas, algumas reincidentes. Este, é um projeto piloto para reduzir esses transtornos. Foi a segunda lixeira que fez parte da ação. Foram retiradas 30 toneladas de entulho da área.

Tatiara Cordeiro: mais jovens devem aprender importância de manter a cidade limpa. Foto: Rodrigo Indinho

Por meio do Disque Denúncia (96) 99970-1078, a população pode ligar e enviar denúncias via WhatsApp, com fotos e vídeos. A identidade do denunciante é preservada.

Foto de capa: Gabriel Flores/ascom PMM

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!