Festa na Unifap termina com 30 menores apreendidos, a maioria garotas

Conselho Tutelar diz que festas com álcool e drogas ocorrem frequentemente na Unifap
Compartilhamentos

Por SELES NAFES

Uma festa promovida por estudantes na Universidade Federal do Amapá (Unifap), no último fim de semana, terminou com 30 adolescentes apreendidos. Eles foram levados para o Conselho Tutelar da Zona Sul, onde chegaram alcoolizados.

A festa ocorreu na sexta-feira (10), mas apenas ontem (13) circulou a informação sobre o desfecho. A universidade havia autorizado a realização do “Baile da Gal” para o período entre as 18h e a meia-noite, mas o evento já havia extrapolado o horário limite quando os comissários e policiais militares chegaram.

Dezenas de menores de idade estavam na festa, a maioria meninas.

“Tinha menina de 15 anos, um menino de 14, mas a maioria das meninas tinha cerca de 17 anos”, informou o conselheiro tutelar da zona sul, Mauro Gemaque.

Segundo o conselheiro, são frequentes as denúncias de festas na Unifap com uso de álcool e drogas.

“Toda sexta-feira tem festa lá. Talvez nessa sexta não tenha se o juiz tomar uma atitude rápida. Esses estudantes saem da festa e vão para outro lugar lá perto onde amanhecem, e só Deus sabe. Nenhum desses adolescentes leva identidade, e não sabemos quem está dizendo a verdade. Para nós é difícil”.

O Portal SN ainda não conseguiu contato com a assessoria da universidade, que foi autuada pelo Juizado. Já os organizadores da festa informaram apenas que não receberam qualquer tipo de reclamação.

Estudantes mostraram que limparam o local da festa. Foto: Divulgação

“Ainda é bom lembrar que tudo foi pensado para que ocorresse dentro da conformidade, sendo assim foram repassados dicas para que fosse possível prevenir incidentes! Agradecemos aqueles que jogaram o lixo no lixo (e para aqueles que não fizeram isso, façam na próxima). Antes de qualquer informação que possa ferir a imagem do evento, segue imagem de todos aqueles envolvidos em deixar nossa universidade, o ambiente saudável que tanto zelamos”, comentarem em nota.

Os pais dos menores apreendidos foram notificados e precisarão participar de audiência coletiva no Fórum de Macapá.

Foto de Capa: Rede social

 

 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!