Membro de facção é morto em confronto com a Força Tática

Confronto ocorreu em uma área de ponte do bairro Congós, na zona sul de Macapá.
Compartilhamentos

Por OLHO DE BOTO

A Polícia Militar do Amapá confirmou, nesta manhã de sexta-feira (17), a identidade do jovem que resistiu à prisão e morreu ao enfrentar policiais do Batalhão de Força Tática, noite desta quinta-feira (16).

Ele se chamava Aleson Vítor Corrêa Rabelo, de 18 anos, conhecido como “Vitinho”. De acordo com a PM, ele seria membro de uma facção criminosa que atua dentro e fora do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).

Suspeito foi identificado como Aleson Vítor Corrêa Rabelo, de 18 anos, conhecido como Vitinho

Militares fazem a escolta do peritos na remoção do corpo de Vitinho. Fotos: Olho de Boto/SN

O confronto ocorreu em uma área de pontes da Rua Raimundo Antônio Machado, no bairro Congós, na zona sul de Macapá.

O Batalhão informou que patrulhava a região quando recebeu uma denúncia anônima, apontando que um indivíduo estava ameaçando moradores, comercializando drogas e exibindo arma de fogo.

Quando os policiais se aproximaram do endereço indicado, o suspeito avistou a guarnição se aproximando e logo abriu fogo. Os militares responderam e o criminoso correu em direção a uma área de mata, atrás da ressaca, de onde continuou a atirar.

Segundo a polícia, é Vitinho o criminoso que aparece nas imagens rendendo uma vítima em assalto a um mini box

Segundo o Boletim de Ocorrência sobre o caso, Aleson parou de atirar e os policiais se aproximaram e entraram na área de mata. Lá, encontraram o suspeito caído e baleado. Os militares acionaram o socorro médico. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local e confirmou o óbito.

Nos bolsos de Vitinho foram encontradas porções de crack e um revólver, de calibre 38, com 5 munições deflagradas e uma intacta.

Vitinho saca arma para assaltar. Crime ocorreu em fevereiro

Drogas e dinheiro que estavam com Vitinho. Arma era roubada de uma empresa de segurança

De acordo com a PM, Vitinho aparece em um vídeo, na companhia de outros dois comparsas, assaltando um mini box. O crime ocorreu em fevereiro deste ano, na zona sul de Macapá. VÍDEO:

Mais tarde, no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval, os policiais descobriram que a arma usada pelo criminoso no confronto era roubada de uma empresa de vigilância.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!