VÍDEO: Polícia Civil prende cúmplice de golpista do Iapen

A prisão da acusada ocorreu em Santana, município a 17 km da capital amapaense, Macapá. Mentor do golpe está preso no Iapen
Compartilhamentos

Por DA REDAÇÃO

Agentes da 6ª Delegacia de Polícia da capital do Amapá (6ª DP) prenderam, em flagrante, uma mulher suspeita de ajudar a consumar golpes aplicados pela internet de dentro do Instituto de Administração Penitenciária do Estado (Iapen).

Andriele Nunes foi presa no bairro Fonte Nova, em Santana. Fotos: Divulgação/PC

Andriele Nunes de Almeida, de 27 anos, foi capturada na tarde de segunda-feira (6), quando tentava concretizar mais uma falsa negociação e enganar outra vítima, conforme a polícia. A prisão ocorreu no bairro Fonte Nova, em Santana, município a 17 km da capital amapaense, Macapá. VEJA O MOMENTO DA CAPTURA:

Segundo o delegado Leandro Leite, responsável pelo caso, Andriele atuava a mando de um detento do Iapen. Ela seria a pessoa que iria buscar os objetos oriundos de negociações fraudulentas ocorridas pela internet.

O detento, já identificado, usava um perfil falso no whatsapp, feito com a foto de um oficial do Corpo de Bombeiros Militar do Amapá, para enganar as vítimas. Através do aplicativo de mensagens, ele convencia as vítimas a lhe vender objetos anunciados na internet, comprometendo-se a enviar o comprovante da transferência bancária assim que o objeto fosse entregue.

Detento usava um perfil falso no whatsapp, feito com a foto de um oficial do Corpo de Bombeiros Militar do Amapá

Quando a vítima entregava o objeto, o detento enviava um comprovante falso de transferência bancária, fazendo com que a vítima acreditasse que o dinheiro já estaria em sua conta bancária. Apresentando-se com nome falso de Bianca, Andriele então ia buscar os objetos.

Quando a vítima entregava os objetos, um falso comprovante de operação bancária era enviado pelo golpista

“Com base nas informações que tínhamos, em uma atitude de espera, conseguimos identificar a suspeita na via pública no momento em que obteria a vantagem indevida, efetuando a sua prisão em flagrante”, pontuou o delegado.

Andriele Nunes de Almeida, presa na sede da 6ª DP, em Macapá

As investigações agora serão aprofundadas para verificar se há outras pessoas envolvidas. Andriele foi autuada por estelionato.

Foto de capa: Polícia Civil/Divulgação

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!