Waldez retoma diálogo com BNDES

Governo quer receber R$ 300 milhões para obras. Foto: Patrick Almeida
Compartilhamentos

Da REDAÇÃO

Um encontro articulado pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), colocou frente a frente o governador Waldez Góes (PDT) e o novo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy. Em pauta, o retorno dos aportes financeiros para obras no Estado.

O encontro ocorreu em Brasília (DF), nesta quarta-feira (8). Waldez pediu que o banco volte a liberar créditos do Programa de Desenvolvimento Humano, Regional e Integrado do banco, o PDRI. As liberações estão suspensas desde 2017.

Foi desse programa que saíram recursos usados na construção da ponte sobre o Rio Matapi, a chamada Ponte da Integração (2016) e o Centro de Educação Profissional de Música Walquíria Lima (2018). 

Segundo o governador, o contrato com o PDRI ainda prevê a liberação de R$ 300 milhões para o Amapá.

“A ideia é que possamos retomar o financiamento e, a partir daí, criar um novo pacote de investimentos. Assim, teremos condições de tocar obras e gerar emprego e renda. Com a liberação dos recursos, nós também poderemos avaliar financiamentos oferecidos por outras instituições, como a Caixa Econômica Federal”, explicou o governador.

Centro foi construído com empréstimo do BNDES. Foto: Rodrigo Indinho/Arquivo SN

O novo pacote será incluído no plano plurianual, planejamento que inclui investimentos dos próximos quatro anos (2020/2023).

No encontro, ficou acertado que haverá outras reuniões para consolidar a retomada da parceria.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!