Estudante que ganhava R$ 12,3 mil é exonerada na Assembleia

Portaria foi publicada nesta segunda, 10
Compartilhamentos

Por SELES NAFES

O presidente da Assembleia Legislativa do Amapá, Kaká Barbosa (PR), exonerou a estudante cuja nomeação gerou uma enorme polêmica nas redes sociais, no mês passado.

Cursando odontologia, Gabryella Pereira Silva Marques estava ocupando, desde o dia 1º de março, o cargo de consultora política CSMD-03, com salário bruto de R$ 12 mil. Com os descontos, o salário continuava interessante: R$ 9,3 mil.

A nomeação passou a ser amplamente questionada nas redes sociais por internautas que não entendiam como uma estudante de odontologia poderia ser consultora política, supostamente sem experiência na área ou formação profissional.

Portaria publicada nesta segunda-feira (10)

Na época da polêmica, o Portal SelesNafes.Com tentou ouvir a estudante, mas ela não quis comentar o assunto, assim como a Assembleia Legislativa.

A exoneração de Gabryella Marques foi publicada no Diário Oficial da Assembleia nesta segunda-feira (10).

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!