Latrocida morre em troca de tiros com a PM

Pistola 380 apreendida com Fiel. Ele confrontou militares da Força Tática numa área conhecida como Rabo da Gata, no bairro Buritizal, zona sul de Macapá.
Compartilhamentos

Por OLHO DE BOTO

Um homem morreu após resistir à abordagem e atirar contra policiais do Batalhão de Força Tática da Polícia Militar (PM) na madrugada desta quarta-feira (5). O confronto ocorreu por volta de 2h30, numa área conhecida como Rabo da Gata, no bairro Buritizal, zona sul de Macapá.

Os policiais da Força Tática patrulhavam a região, quando foram avisados que três homens estariam atirando a esmo, nas proximidades. Chegando ao local, foram informados que os envolvidos haviam fugido para uma área de ponte próxima. Após buscas, os infratores foram localizados, e, ao perceberem a aproximação dos policiais, correram e dispararam contra a equipe militar.

Fiel era apontado pela polícia como um indivíduo extremamente violento nas suas ações criminosas. Foto: Divulgação

Segundo a PM, um dos infratores, identificado como Edismael Vasconcelos do Carmo, o ‘Fiel’, de 30 anos, se escondeu dentro de uma casa, que foi cercada. O suspeito abriu fogo contra os militares, que atiraram de volta e atingiram Edismael. O serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas o suspeito não resistiu aos ferimentos.

Com ele, a polícia encontrou uma pistola de calibre 380, usada no confronto. A arma foi entregue à Polícia Civil.

Segundo o major Max Almeida, da Força Tática, Fiel era um dos bandidos mais perigosos que atuavam em Macapá. Ele tinha condenações e processos por roubo, homicídio e latrocínio.

“Era um indivíduo conhecido da polícia pela forma violenta com que agia, sempre agredindo e até matando as suas vítimas”, afirmou o major Max.

Foto de capa: Olho de Boto/SN

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!