Amapá concede progressão salarial a mais de 650 professores

Com a progressão, um professor com pós-graduação, mestrado ou doutorado, por exemplo, poderá ser remunerado de acordo com a formação acadêmica adquirida ao longo de sua carreira.
Compartilhamentos

Da REDAÇÃO

Ao longo desta próxima semana, as progressões salariais para 652 professores Classe A da rede estadual de ensino deverão serão publicadas no Diário Oficial do Estado do Amapá (DOE), incorporando novos valores aos salários.

Os decretos que garantem o benefício foram assinados pelo governador Waldez Góes, nesta sexta-feira, 12. A medida assegura a evolução destes profissionais para o nível correspondente à titulação, dentro da mesma classe.

Com a progressão, um professor com pós-graduação, mestrado ou doutorado, por exemplo, poderá ser remunerado de acordo com a formação acadêmica adquirida ao longo de sua carreira.

Decretos autorizativos foram assinados nesta sexta-feira (12) pelo governador do Amapá, Waldez Góes. Fotos: Ascom/GEA

Até o fim do ano, aproximadamente 1,5 mil servidores da Educação poderão ser inseridos na progressão. Para Waldez, a ação valoriza o servidor e qualifica o ensino público amapaense.

“Estamos reconhecendo as qualificações dos nossos professores que foram em busca de mais conhecimento e possuem especializações, mestrados ou doutorados. Quem ganha com isso é a população, que passa a ser atendida por profissionais mais qualificados e melhor remunerados”, registrou o governador ao assinar os decretos.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!