Detento é executado com tiro na nuca em Macapá

Crime ocorreu no bairro Congós, na zona sul de Macapá
Compartilhamentos

Por OLHO DE BOTO

Um detento do regime aberto domiciliar foi morto a tiros na tarde deste domingo (21), em Macapá. Wenderson Santos do Espírito Santo, de 26 anos, estava com a namorada assistindo televisão, em uma área de pontes da 17ª Avenida do Bairro Congós, na zona sul da cidade, quando o assassino chegou.

Segundo testemunhas, o atirador ficou na frente da residência e, de lá, chamou pelo nome da vítima. “Likinho”, como era conhecido Wenderson, saiu para atender o criminoso e foi atingido com um primeiro tiro e caiu na ponte. Em seguida, o atirador disparou novamente, desta vez, na nuca da vítima.

O Samu ainda foi chamado, mas já não havia mais nada a ser feito. Fotos: Olho de Boto/SN

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda foi chamado, mas já não havia mais nada a ser feito. A Polícia Militar fez incursões na região, porém o criminoso não foi localizado.

Segundo a polícia, havia cinco meses que Likinho havia deixado o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), onde cumpriu pena pelo crime de roubo. Ele estava no regime aberto domiciliar.

Local do crime é uma área de pontes da 17ª Avenida dos Congós

Os policiais constataram, também, que Likinho já estava sendo ameaçado de morte. Ele já havia escapado de um atentado na última sexta-feira, no bairro do Buritizal. Por isso, resolveu mudar de endereço.

A polícia suspeita de crime motivado por acerto de contas. O atirador ainda não foi identificado. O caso agora será investigado pela equipe da Delegacia de Homicídios.

 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!