“Políticas contra o racismo seguem necessárias”, reforça secretária da Igualdade Racial

Sandra Terena cumpre agenda em Macapá. Nesta quarta-feira (10), ela esteve reunida como prefeito da capital, Clécio Luís.
Compartilhamentos

Por MARCO ANTÔNIO P. COSTA

A indígena paranaense Sandra Terena, secretária Nacional da Igualdade Racial do Ministério dos Direitos Humanos, está em visita ao Amapá com uma série de encontros com gestores públicos do Estado e da Prefeitura Municipal de Macapá (PMM).

A visita ocorre para anunciar dois editais de recursos públicos, que poderão ser acessados por entes públicos e por entidades da sociedade civil que tenham vínculo com a promoção da igualdade racial.

Sandra Terena está em visita ao Amapá com uma série de encontros com gestores públicos do Estado e da Prefeitura de Macapá (PMM). Fotos: Marco Antônio P. Costa/SN

Além disso, durante a tarde desta terça-feira (10), gestores, técnicos e membros de movimentos sociais participaram de um curso de capacitação sobre o combate ao racismo institucional. O treinamento é oferecido pela Secretaria Nacional, que visa atacar o racismo dentro das instituições públicas e privadas.

Terena foi enfática sobre as especulações de mudança em relação às políticas afirmativas, como cotas de vagas para negros e indígenas em universidades públicas.

“O trabalho de políticas de ações afirmativas é fundamental, fortalecer a igualdade racial em todo o país é necessário e a gente ainda enfrenta muitos casos de preconceito, de racismo institucional, racismo estrutural e se faz necessário, sim, ações afirmativas”, declarou a secretária.

Clécio Luís ressaltou que Macapá é conhecida como “Capital Morena”, por ter maioria de negros e que, portanto, é importante uma relação estreita com a Secretaria de Igualdade Racial.

“Valorizamos a visita, o curso e o anúncio dos editais. Pela nossa distância, em todas as área precisamos dessa aproximação com os outros entes, mas nessa área específica, da igualdade racial, precisamos muito mais”, analisou o prefeito.

Improir

Na ocasião, o Instituto Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Improir) comemorou sua habilitação no Sistema Nacional de Igualdade Racial (Sinapir), passo fundamental para que o município tenha mais possibilidades de obter recursos públicos para a execução de programas.

Diretor-presidente do Improir, Maykom Magalhães

“Além disso, o instituto [Improir] alcançou o que chamamos de gestão plena, temos conselho, orçamento e todos os requisitos. Agora precisamos apenas habilitar nossos projetos no sistema, o Sinapir, e fica mais fácil trazê-los para o município. Na prática, aumentamos nossa capacidade de fazer políticas públicas efetivas e quem ganha com isso é a igualdade racial”, afirmou o diretor-presidente do Improir, Maykom Magalhães.

A visita da secretária prosseguirá com encontros com outras autoridades do Estado, nesta quinta-feira (11).

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!