Suspeito que roubou armas de policiais morre ao enfrentar o Bope

Confronto ocorreu no bairro Novo Horizonte, na zona norte de Macapá, no final da tarde desta quarta-feira (10). Duas mulheres foram presas
Compartilhamentos

Por RODRIGO INDINHO

Um criminoso morreu e duas mulheres foram presas após um tiroteio entre policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e membros de uma violenta quadrilha de assaltantes e homicidas. O confronto ocorreu por volta de 17h desta quarta-feira (10), no bairro Novo Horizonte, zona norte de Macapá.

Englister Richard Assunção Melo, 22 anos, conhecido no meio da criminalidade como ‘Negão’, tinha uma vasta ficha criminal. Mesmo condenado por homicídio e roubo qualificado, ele estava no regime aberto domiciliar.

Bope faz o cerco em residência onde criminosos tentavam se esconder. Fotos: Rodrigo Indinho/SN

 

Englister Richard Assunção Melo, o ‘Negão’, morreu durante o confronto

Segundo a Polícia Militar (PM), ele e outros três criminosos reagiram à abordagem, quando os militares chegaram a uma residência na Rua Maria da Silva Xavier.

No confronto, Negão foi atingido. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado e constatou o óbito. Os comparsas conseguiram fugir, mas deixaram para trás duas mulheres, que foram presas.

Corpo do bandido é removido pela Politec

Na casa, os militares encontraram uma grande quantidade de joias, dinheiro, drogas, celulares e outros equipamentos eletrônicos, todos provenientes de assaltos. Um Siena de cor branca também foi apreendido.

Segundo tenente Willian Bastos, do Bope, a quadrilha praticou roubos em série na capital amapaense, nos últimos dias. Os crimes mais recentes ocorreram à tarde, antes do confronto: os criminosos assaltaram dois policiais militares de folga, no Centro de Macapá, e levaram as armas deles.

Confronto começou após resistência à abordagem, no fim da tarde

Uma destas armas foi usada por Negão na troca de tiros contra o Bope. A outra pistola deve ter sido levada pelos bandidos que conseguiram escapar.

Outro crime atribuído ao bando, é o assalto a um estabelecimento comercial no bairro Marabaixo 3, zona oeste de Macapá, ele e seu bando usaram de extrema violência contra as vítimas.

Área foi isolada para garantir a segurança da população

 

Situação foi controlada, mas dois conseguiram fugir

Na ocasião, os criminosos ainda levaram uma mulher idosa como refém, na fuga. Agredida, várias vezes, ela foi liberada uma hora depois. O tenente Willian Bastos informou que o bando é composto por seis pessoas, que utilizavam duas motocicletas e um carro, tipo Gran Siena, de cor branca, que foi apreendido.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!