“Neta de 1 ano foi o único bem salvo no incêndio”, diz diarista

Ivanete Gama Alves perdeu todos os bens consumidos pelo fogo. Família não sabe o que teria iniciado o sinistro
Compartilhamentos

Por RODRIGO ÍNDIO

Imagine você sair para comprar o almoço e, lá do mercantil, notar que está ocorrendo um incêndio e que pode ser na sua casa, onde está dormindo sua neta de apenas um ano e um mês de vida. Foi o que aconteceu com a diarista Ivanete Gama Alves, de 42 anos, na manhã desta quinta-feira (29), numa área de pontes entre os bairros do Muca e Jardim Marco Zero, na zona sul de Macapá.

Alívio e emoção: apesar da perda total, diarista comemora vida da neta, salva do incêndio. Fotos: Rodrigo Índio/SN

Quando a mulher chegou ao local do sinistro, a casa estava sendo completamente engolida pelas chamas. O desespero aumentou e, em meio a tanta tragédia, veio a única notícia boa: a bebê, Eloane, havia sido salva.

“Estava no comércio quando vi as chamas. Saí correndo desesperada e não sabia o que fazer porque não sabia se tinham tirado ela. Eu queria passar a todo custo mas não deixaram. Minha filha [mãe da bebê] já tava acordada e conseguiu sair com ela um pouquinho antes do fogo pegar as duas. Graças a Deus, elas estão vivas”, disse, chorando a diarista.

Vizinhança se mobilizou…

 

… para conter o fogo

Na casa de dona Ivanete moravam 8 pessoas. No momento do incêndio estavam apenas sua neta e sua filha, de 20 anos, no imóvel. Ela não sabe o que pode ter motivado o início das chamas.

“Não deixei nada no fogo e desliguei tudo de energia. Mas acho que pode ter sido curto circuito, não sei”, revelou.

Família não sabe o que pode ter causado o incêndio

Tudo foi consumido pelo fogo e a mulher, desamparada, pede ajuda.

“Ficamos só com a roupa do corpo, minha neta de um ano foi o único bem salvo no incêndio. Então, eu peço a quem puder que nos ajude com qualquer coisa, basta ligar pros números 99176-5537 ou 99120-7149, que Deus recompensará”, solicitou.

Perda total da casa e dos bens

A outra casa que pegou fogo era da cunhada de Ivanete. Como a proprietária está viajando, ninguém estava no imóvel.

Incêndio

O sinistro iniciou por volta de 9h30, em uma das casas na passarela Pastor Deocleciano Cabralzinho de Assis. Dois imóveis foram destruídos totalmente e um outro parcialmente. Ninguém ficou ferido.

Antes da chegada dos Bombeiros, populares ajudaram a conter as chamas jogando água do lago com baldes.

Tenente Jailson de Carvalho (CBM) possível problema elétrico

 

Chamas foram controladas

De acordo com o tenente Jailson de Carvalho, do Corpo de Bombeiros Militar, ainda não se sabe o que teria ocasionado o fogo. As suspeitas são de pane elétrica.

“Por ser um incêndio em residência de madeira, dificulta a perícia. Há várias probabilidades. Temos várias informações, mas isso tudo ainda são hipóteses que serão levantadas e que a perícia vai fazer apuração completa para elaboração do laudo”, afirmou o militar.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!