Para se livrar de mandado prisão, procurado dá nome do irmão

Prisão foi feita pela equipe do Tático Motos, do Batalhão de Força Tática, na Segunda Avenida do bairro Universidade, da zona norte de Macapá.
Compartilhamentos

Da REDAÇÃO

O Batalhão de Força Tática (BFT) prendeu um procurado da Justiça amapaense por tráfico de drogas. Ele foi surpreendido por uma equipe do Tático Moto quando se aproximou de uma área de ressaca no bairro Universidade, na zona sul de Macapá, onde os policiais faziam uma abordagem a cinco suspeitos.

Ao ver ação policial, o suspeito, rapidamente, se desfez de um sacola plástica e deu meia volta, caminhando disfarçadamente até entrar em um estabelecimento comercial na Segunda Avenida do bairro. Mas, os policiais perceberam o comportamento suspeito dele e foram atrás.

Logo na busca pessoal foram encontradas, dentro da carteira porta-células dele, quatro papelotes de crack. Enquanto isso, militares retornaram até a entrada da área de ponte e recuperou a sacola plástica que o suspeito havia jogado fora. Eram três porções médias de maconha. Ele alegou que era para consumo próprio.

Mesmo com o flagrante e sabendo que tinha antecedentes criminais, o suspeito continuou a tentar confundir a polícia. Como estava sem documento de identidade, deu o nome do seu irmão – que está com a ficha limpa.

Mas, os policiais logo descobriram (pelo nome da mãe) que se tratava de Eliezer da Silva Maciel, traficante procurado pela Justiça Amapaense. Ele estava com mandado de prisão em aberto.

No Ciosp do Pacoval, ele foi apresentado por tráfico de drogas, falsidade ideológica e cumprimento de prisão judicial. Além do entorpecente apreendido com ele, os militares apresentaram R$ 136, balança de precisão, e uma motocicleta de placa QLN 9522.

Foto de capa: Arquivo/BFT

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!