Após fazer a namorada refém por 2h, assaltante se entrega; ela também foi detida

Jailson Gomes Cardoso havia roubado dentista no Centro de Macapá e fugido para a zona sul. Polícia investiga possível participação da namorada
Compartilhamentos

Por RODRIGO ÍNDIO

Após duas horas de negociações com a Polícia Militar, Jailson Gomes Cardoso, de 22 anos, se entregou depois fazer sua namorada, Luciana Ferreira Lopes, de refém no apartamento 301 do bloco cinco do Residencial Jardim Açucena, na zona sul de Macapá. A rendição ocorreu às 19h.

Além de Jailson, que tem passagem por roubo, o comparsa dele, José Melo de Souza, de 20 anos, foi preso momentos antes da crise pelo Batalhão de Força Tática (BFT).

Namorada, supostamente feita refém ,também será investigada. Fotos: Rodrigo Índio/SN

 

Bloco foi cercado…

 

… durante a crise

O criminoso se encontrava bastante nervoso durante as negociações. Com a arma engatilhada, ele fez algumas exigências, como a presença de sua mãe e da imprensa.

De acordo com o tenente-coronel Aldinei, comandante do BFT, Jailson Gomes Cardoso e José Melo de Souza teriam roubado um dentista que saía de uma agência bancária, no começo da tarde desta quarta-feira, no Centro de Macapá.

Comparsa se entregou antes do começo da crise

Após cometer o crime, a dupla teria fugido para o residencial, para o apartamento onde estava a namorada do assaltante armado, com o objetivo de contar o dinheiro subtraído e distribuí-lo. Porém, a polícia recebeu denúncias anônimas da presença dos bandidos no conjunto. 

Ao perceber o cerco, Jailson Gomes Cardoso teria feito a companheira refém.

“A refém tem vinculo amoroso com ele confirmado por ela, ele e familiares. Ela vai ser entrevistada. Se tem participação ilícita, ela responderá como se autora fosse”, disse o militar.

Tenente-coronel Aldinei: criminosos roubaram dentista no Centro e fugiram para o Açucena

 

Dinheiro roubado pelo bando

A arma de fogo usada pelo assaltante foi apreendida com 4 munições não deflagradas. Todos os envolvidos foram encaminhados ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do Bairro do Pacoval e a polícia saiu aplaudida do habitacional. 

A quantia de dinheiro roubada não havia sido contada pela PM até o fim desta matéria, mas a reportagem constatou vários maços com notas de R$ 50.

Força Tática da PM sai aplaudida do residencial

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!