Asfalto: CPL da Prefeitura de Santana explica suspensão de licitações de obras

Presidente da CPL, Sebastião Alfaia dá esclarecimentos na tribuna na Câmara de Vereadores de Santana, a 17 km de Macapá. Licitações de obras no município estão suspensas, por decisão judicial.
Compartilhamentos

Da REDAÇÃO

Convocados em regime de urgência pelos vereadores do municípios Membros da Comissão Permanente de Licitação (CPL) da Prefeitura de Santana, a 17 km de Macapá, prestaram esclarecimentos aos parlamentares acerca de certames de obras de pavimentação suspensos por decisão judicial.

Os empreendimentos vão beneficiar bairros como Paraíso, Provedor I, Centro, Fonte Nova e Jardim de Deus, com pavimentação, construção de meio-fio, calçadas, sarjetas e implantação do sistema de drenagem.

Os recursos de R$ 25 milhões são de emendas parlamentares, com contrapartida da Prefeitura de Santana.

A paralisação de três das cinco licitações foi uma determinação da juíza Aline Peres, da 3ª Vara Cível da Comarca de Santana, após impasse com a Empresa Círio Construtora e Serviços Ltda. A empreiteira afirma ter sido prejudicada em decisões proferidas pela CPL.

Segundo o presidente da CPL, Sebastião Alfaia, a empresa foi habilitada para continuar concorrendo, o que teria tornado as decisões judiciais sem efeito.

“A juíza que concedeu as liminares já foi informada e estamos aguardando o deferimento para continuarmos com as licitações”, afirmou Alfaia.

Segundo ele, um laudo da Polícia Técnica e Científica atestou que não houve nenhuma violação de envelopes na Tomada de Preços.

“Agora estamos aguardando o delegado devolver os envelopes de proposta de preço para prosseguirmos com a licitação”, informou o presidente da CPL.

SAIBA MAIS:

– Asfalto: vereadores de Santana querem explicações sobre paralisação de licitações

Foto: Ascom/PMS

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!