Falso bancário vivia em casa de alto padrão em condomínio de Macapá

Ricardo Almeida, de 41 anos, se apresentava como funcionário do antigo Basa, afirmando que facilitava empréstimos para empresas
Compartilhamentos

Por SELES NAFES

Depois de vários golpes aplicados em Macapá e Santana, o falso funcionário do Banco da Amazônia, Ricardo Silva de Almeida, de 41 anos, foi preso nesta sexta-feira (6) para início do cumprimento de uma pena por estelionato. Policiais o encontraram numa casa de alto padrão, num condomínio na Rodovia Duca Serra, na zona oeste de Macapá, onde estava residindo.

Ricardo é investigado em vários inquéritos instaurados em diferentes delegacias, todas por estelionato.

“Ele se apresentava como funcionário do antigo Basa, com crachá e tudo. Dizia que podia intermediar empréstimos para empresas, que facilitava. E ainda afirmava que tinha gente para fazer o projeto com todos detalhes que o banco exigia para o empréstimo ser liberado”, explica o delegado José Neto, da 1ª DP.

Tudo não passava de mentira.

“Cheguei a conversar com o gerente do banco, e ele (estelionatário) não tinha nenhum contato dentro do banco. Nos três inquéritos que conduzi foi esse o mesmo modus operandi dele”, acrescentou.

Ricardo Almeida na delegacia antes de ser conduzido ao Iapen. Fotos: Polícia Civil/Divulgação

Uma das vítimas do falso bancário foi o proprietário de uma oficina, que pagou ao estelionatário cerca de R$ 7 mil. Nos três inquéritos conduzidos no ano passado pela 1ª DP, as vítimas perderam R$ 11 mil. A prisão de hoje foi em decorrência de um desses inquéritos.

Além das investigações em vários casos, o delegado José Neto explicou que Ricardo possui sete ações penais em tramitação, e foi condenado em outros processos.

Ricardo Almeida foi levado para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), onde começará a cumprir a pena de 3,6 anos, em regime fechado.

Delegado José Neto, da 1a DP. Fotos: André Silva

A Polícia Civil acredita que, além dos golpes como falso bancário, o acusado pode possuir outros esquemas ilícitos devido ao estilo de vida que ele levava, com casa de alto padrão em condomínio e carro novo.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!