Nuvens na Guiana afetam clima em Oiapoque, diz Iepa

Proximidade com a Guiana Francesa faz o município de Oiapoque ser uma das cidades onde mais chove no Brasil
Compartilhamentos

Por SELES NAFES

A estiagem tem sido severa nesse início de verão amazônico em todos os municípios do Amapá, menos em um: Oiapoque, a 590 km de Macapá.

Por uma questão geográfica, a cidade acaba sendo uma das mais chuvosas do Brasil por estar mais perto da Guiana Francesa.

“As imagens de satélite estão mostrando uma concentração muito grande de nuvens no Suriname e na Guiana Francesa, e por um detalhe geográfico Oiapoque acaba sendo privilegiado”, explica o meteorologista do Instituto de Estudos e Pesquisas do Amapá (Iepa), Jefferson Vilhena.

As precipitações que vêm da Guiana Francesa também se estendem por uma área que chega perto do município de Calçoene.

Rodovia na Guiana Francesa: proximidade com Oiapoque afeta o clima na fronteira. Foto: Humberto Baía/Arquivo SN

A previsão para esta sexta (6) em Oiapoque era de chuva leve a fraca, com acumulados variando entre 1 e 8 milímetros, e de 8 a 18 milímetros no sábado (7). No sábado (7), essas chuvas poderão ser acompanhadas por fortes rajadas de vento e trovões.

Apenas no domingo (8) alguns municípios poderão ser agraciados com chuva. Serão pancadas rápidas que ocorrerão em Calçoene, Amapá, Pracuúba, Tartarugalzinho, Porto Grande, Serra do Navio e Pedra Branca do Amapari.

 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!