Plano de saúde: Governo do Amapá autoriza servidores a contratar Sul América

Convênio já está em vigor, e não terá carência para quem aderir até 10 de novembro
Compartilhamentos

INFORMATIVO PUBLICITÁRIO

A partir de agora, os servidores públicos do Amapá têm a opção de escolher um novo plano de saúde, a Sul América. O convênio, que já foi assinado e entrou em vigor, permite que os funcionários façam a adesão sem taxas e sem carência até o 10/11/19, ou seja, sem o prazo para ter acesso aos atendimentos complexos mais utilizados.

Com 16 mil clínicas e consultórios espalhados pelo Brasil, a Sul América também possui uma rede composta por 2,7 mil centros de diagnósticos e 1,4 mil hospitais.

No Amapá, a ponte entre os servidores estaduais e a Sul América é feita pela EV Administradora de Benefícios. A empresa funciona na Rua Eliezer Levy, 2745, no tradicional Bairro do Trem, próximo da Sede dos Escoteiros, e atua em Macapá desde meados dos anos 1990.

A assinatura do convênio com a Sul América foi um pedido feito ao governo pelos próprios servidores públicos.

“Era uma pauta que estava na Agenda do Servidor há tempos, e trabalhamos durante três anos nesse convênio até a assinatura pelo governador”, explica Simone Abreu, supervisora de vendas da EV.  

Equipe da EV Administradora, pronta para receber os servidores. Fotos: Divulgação

Diógenes Carneiro, CEO da EV, e a secretária de Administração do Estado, Suelem Amoras, após assinatura do convênio

EVA

Com uma equipe bem treinada para tirar todas as dúvidas e encaminhar soluções, a empresa também possui um atendimento diferenciado aos fins de semana e feriados por meio do EVA (extensão virtual do atendimento).

O EVA é um serviço onde funcionários de plantão, fora do horário comercial, estarão prontos para atender os servidores do Amapá por telefone. O serviço é exclusivo da EV Administradora.

Será possível tratar de atendimentos que estejam bloqueados no fim de semana porque o boleto só foi pago na sexta-feira, por exemplo.

“A EVA já tem o contato direto com o (Hospital) São Camilo e solicitará a liberação do atendimento. Já os clientes Sul América de outra administradora não terão a mesma facilidade”, compara Simone.

Hospital São Camilo, um dos 1,4 mil hospitais conveniados com a Sul América em todo o Brasil. Foto: Seles Nafes

Forma de pagamento

Outro diferencial no convênio com a Sul América é a forma de pagamento pelo boleto. Além de ser uma maneira de estimular a família a se envolver no pagamento do plano para servidores idosos, por exemplo, esse modelo não compromete qualquer margem no contracheque do servidor.

Graças ao convênio com o governo do Estado, assinado no fim de julho e publicado em agosto, nenhum servidor precisará cumprir carência para os serviços mais comuns.

“As duas únicas carências são para parto e doenças pré-existentes. Procedimentos de alta complexidade como cirurgias que não sejam de doenças pré-existentes, por exemplo, a pessoa já passa a ter essa cobertura. Porém, é preciso estar atento que somente os servidores que aderirem ao plano até 10/11/19 terão a isenção de carências”, conclui.

Serviço: Plano médico e odontológico Sul América para servidores estaduais do Amapá

Mais informações: 99902-7922

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!