PM descobre Rave em sítio e apreende drogas sintéticas

O local fica próximo à Ponte da Integração, no Rio Matapi, a 13 km de Macapá. Entre as drogas apreendidas estavam as sintéticas bala, ecstasy, além de maconha e cocaína.
Compartilhamentos

Por OLHO DE BOTO

Após uma denúncia anônima, a Polícia Militar descobriu a localização de um sítio onde estavam sendo comercializadas drogas fabricadas em laboratório em uma festa Rave. Um homem foi preso e entorpecentes de diversos tipos foram apreendidos.

O flagrante ocorreu na tarde de domingo (22). Uma operação conjunta foi montada pelos Batalhões de Força Tática, que fez a incursão na festa e de Policiamento Rodoviário Estadual, que montou uma barreira na estrada para revistar suspeitos.

De acordo com o tenente Amorim Júnior, a festa ocorria na zona rural do município de Mazagão, em um sítio. A entrada do ramal de acesso é próxima à Ponte da Integração, a 13km de Macapá.

Delvan da Silva Pacheco foi levado para o Ciosp do Pacoval. Fotos: Olho de Boto/SN

Segundo o oficial, a denúncia havia sido feita horas antes, mas o local era numa região entocada – característica propicia de festas Rave, sempre realizadas em locais reservados.

“Era um local difícil de encontrar, principalmente durante a noite. Conseguimos localizar já de dia, após já ter procurado durante a noite”, contou o tenente Amorim.

Drogas e objetos apreendidos com o suspeito

Já era 15h de domingo quando os militares do BFT chegaram no sítio. Segundo o apurado pela polícia, a festa rolava deste a sexta-feira (20). A festa não tinha previsão de horário para terminar.

De acordo com Amorim, o suspeito preso informou que trouxe a droga do Estado de São Paulo especialmente para a venda em festas Rave. Entre os materiais apreendidos estavam as sintéticas bala, ecstasy, além de maconha e cocaína.

Tenente Amorim: “Era um local difícil de encontrar”

“Uma testemunha nos relatou que, além de vender, o acusado permite que o consumo seja feito no interior do veículo dele, para não levantar suspeitas durante o evento. Mas um denunciante viu e nos comunicou”, explicou o tenente.

Delvan da Silva Pacheco, 26 anos, foi apresentado no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval, em Macapá. O proprietário do sítio não foi localizado.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!