Criminoso morre em confronto 2 dias após deixar família amarrada em assalto

Preso do regime aberto domiciliar, indivíduo conhecido como "Diabólico" estava vendendo nas redes sociais objetos levados da família
Compartilhamentos

Por OLHO DE BOTO

Um homem envolvido em vários crimes morreu na tarde desta segunda-feira (7), em um confronto com a Rotam/ Bope, na Alameda Cupuaçu, no bairro Brasil Novo, na zona norte de Macapá.

Elias Ramos dos Santos, vulgo “Diabólico”, de 22 anos, estava numa quitinete quando foi localizado pela polícia. Durante o cerco, ele tentou fugir pelos fundos de uma casa vizinha, atirando contra os policiais. No revide, foi baleado e morreu no local.

Elias Ramos dos Santos estava em vila de quitinetes, no Brasil Novo. Foto: reprodução

A PM chegou até o criminoso através de um comparsa, que acabou preso e indicando o local, uma boca de fumo.

“Disse que havia uma residência no Brasil Novo e que era um conhecido ponto de drogas, onde criminosos se reuniam para vender, consumir e ameaçar a população. As equipes chegaram e alguns indivíduos fugiram, um deles [diabólico] acabou atirando contra a equipe policial. Era conhecido como um traficante violento”, disse o major Kleber, comandante do Bope. 

Parte dos objetos apreendidos. Foto: Olho de Boto/SN

No local, o Bope encontrou várias porções de drogas, balança de precisão, um revólver calibre 38 e vários cartuchos.

Diabólico era preso do regime aberto domiciliar, do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen). Ele cumpria pena de 8 anos por roubo qualificado.

Local é conhecido como ponto do tráfico de drogas. Foto: Olho de Boto/SN

Segundo o major Kleber Silva, o criminoso teria participado de um roubo ocorrido no último sábado (5), a uma residência, localizada na zona oeste de Macapá, de onde foram levados vários objetos. As vítimas reconheceram os bens sendo oferecidos pelos criminosos em grupos de compra e vendas nas redes sociais.

“A ocorrência é desdobramento de um crime ocorrido no sábado [5]. Um senhor e uma criança foram rendidos por bandidos no Residencial Açucena. A família foi amarrada e levaram o carro e diversos pertences da família, entre os bens estavam três computadores”, disse o comandante do Bope.

Foto de capa; Olho de Boto/SN

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!