Desinformação fez ressurgir sarampo, diz SVS

Amapá está desde 1997 sem casos confirmados, mas 60 registros no Pará preocupam Vigilância em Saúde do Estado
Compartilhamentos

Da REDAÇÃO

Começa nesta segunda-feira (7)  a campanha de vacinação contra o sarampo. No Amapá, a expectativa é de mais de 70 mil sejam imunizados com a vacina tríplice viral, segundo a Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS).

Para vacinar contra o sarampo, basta procurar uma Unidade Básica de Saúde em qualquer um dos 16 municípios. Foram distribuídos pelo Estado aos 16 municípios 76, 8 mil doses da vacina.

De acordo com o superintendente da SVS, Dorinaldo Malafaia, a meta de cobertura vacinal este ano é de 95% do público-alvo. O gestor explicou também que a campanha está dividida em duas etapas. 

De 7 até 25 de outubro, a vacinação será ofertada a crianças de seis meses a menores de cinco anos. O Dia D de mobilização dessa etapa ocorrerá em 19 de outubro. Já a segunda etapa da campanha será do dia 18 a 30 de novembro. Nesse período, a imunização é garantida a pessoas de 20 a 29 anos de idade. O Dia D de vacinação para esse público será em 30 de novembro.

Municípios foram abastecidos com cerca de 76 mil doses da vacina tríplice viral. Foto: Alessandro Veloso/SVS

Desinformação levou a ressurgimento da doença

Malafaia comentou também sobre o ressurgimento de casos de sarampo no Brasil em estados como São Paulo e no Pará, onde já há 60 casos confirmados. No Amapá, desde 1997 não há casos confirmados da doença. Ele destacou a importância da imunização.

“O ressurgimento do sarampo está ligado a fatores como um certo relaxamento da população após a erradicação da doença no país nas últimas décadas e, sobretudo, a uma campanha massiva de desinformação de um movimento anti-vacina que leva equivocadamente famílias a não imunizarem suas crianças. Queremos reverter isso”, frisou o superintendente.

Dorinaldo Malalfaia, gestor da SVS: campanha de desinformação é fator que fez ressurgir a doença. Foto: Marco Antônio P. Costa/SN

Sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina.

É recomendável que nas idades entre 1 e 29 anos cada cidadão tome duas doses. Entre 30 e 49 anos é preciso tomar apenas uma dose. 

Foto de capa: arquivo SN

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!