Check-up do ICCA: Médica especialista em diabetes fala sobre tireoide, obesidade e “bombas”

Endocrinologista Carolina Sallorenzo faz parte da equipe de check-up do ICCA
Compartilhamentos

INFORMATIVO PUBLICITÁRIO

O próximo sábado (9) será mais um dia de check-up no Instituto de Cardiologista Cristão do Amapá (ICCA), localizado na Rua Marcelo Cândia, no bairro Santa Rita, em Macapá.

Segundo a endocrinologista Carolina Sallorenzo, a maioria dos pacientes em seu consultório tem problemas com obesidade, diabetes e anomalias na glândula tireoide (que pode produzir hormônios em excesso).

Uma das principais preocupações relatadas pelos pacientes é o ganho de peso, que pode estar associado a várias doenças, mas também ao comportamento alimentar, o que também recebe atenção da endocrinologista.

O Portal SelesNafes.Com conversou com a endocrinologista, que é especialista no diabetes. Ela atua em São Paulo, mas também faz parte da equipe do ICCA. (Agende seu check-up no ICCA: 3224-3317 e 99144-0033)

Principais sintomas das duas anomalias na tireoide

Esses pacientes com diabetes, obesidade e problemas na tireoide são adultos?

Mulheres, homens, crianças e adultos, de todas as idades.

Existem pessoas que acreditam estar acima do peso por problemas com a tireoide, mas depois descobrem que o problema é alimentar?

Sim. A maioria das razões para o ganho de peso está relacionada ao hábito alimentar e ao sedentarismo.

Como é possível identificar essa diferença?

Fazemos uma triagem que detecta se a causa é hormonal ou outro fator. Verificamos a tireoide, mas na maioria das vezes está tudo normal. Também pesquisamos a “doença do cortisol”…

Diabetes requer acompanhamento. Fotos: Divulgação

O que é a doença do cortisol?

Existem pessoas que usam muitos medicamentos à base de corticoides (hormônios produzidos em laboratório que aumentam a gordura corporal), mas também existem os corticoides produzidos pelo corpo.  

O que causa o problema com a tireoide?

A causa é hereditária. Dez por cento da população tem.

Como é possível tratar?

Com hormônio produzido em laboratório. É simples, mas é um tratamento para a vida toda, todos os dias. Às vezes é necessário usar um bloqueador dos hormônios produzidos pela tireoide.

No seu consultório existem pacientes fazendo reposição hormonal?

Sim, homens e mulheres. Eu só não atendo pessoas que querem hormônios para ficarem “bombadas”, pessoas que fazem musculação.

Existem pacientes que chegam com essa demanda?

Poucos, porque eu não faço. Como os pacientes vão compartilhando dicas uns para os outros, eles já sabem que eu não atendo esse tipo de pedido.

Carolina em curso para médicos residentes em São Paulo sobre alimentos e o diabetes

Logo da campanha da Sociedade Brasileiro da Endocrinologia

É proibido usar hormônio para criar massa muscular?

É ilegal. Existe um programa da Sociedade Brasileira de Endocrinologia que se chama “Bomba, tô fora!”. É uma campanha nacional…

Quais os perigos?

É perigoso para o coração, para o fígado…a pessoa pode morrer de hepatite fulminante. Eu atendo para orientar que não se deve fazer isso.

Sábado é dia de chek-up no ICCA

A senhora é especialista em diabetes. Qual a situação da maioria dos pacientes que chega com a senhora?

Chegam desinformados. Eu faço um trabalho grande de informação, desde como a doença vai progredir, os cuidados e diversos tipos de tratamento. São muitos. Faço todo o acompanhamento clínico e laboratorial. Diabetes requer muitos exames. Diabetes causa a maior parte das doenças que são tratadas pelo endocrinologista.

(Agende seu check-up no ICCA: 3224-3317 e 99144-0033)

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!