“É desanimador”, diz empresária após novo prejuízo causado por criminosos

Empreendedora relata ter tido prejuízo de mais de R$ 20 mil e que não teve retorno da polícia
Compartilhamentos

Por MARCO ANTÔNIO P. COSTA

A empreendedora Nancyara Bravo foi acordada com a ligação da polícia avisando que seu estabelecimento comercial, na avenida Mendonça Furtado, entre as ruas Leopoldo Machado e Hamilton Silva, Centro de Macapá, havia sofrido uma tentativa de roubo.

Um filme passou na cabeça de Nancyara, pois no dia 1º de julho deste ano, sua loja foi roubada na madrugada, deixando um prejuízo de aproximadamente R$ 25 mil. Ao chegar ao local, na terça-feira (5), ela percebeu que desta vez o ladrão não teve sucesso. Uma vizinha escutou o barulho do vidro se quebrando e ligou para o 190.

Porta do estabelecimento que chegou a ser arrombada da última vez. Fotos: Marco Antônio P. Costa/SN

A tentativa de arrombamento ocorreu por volta das 5h30 da manhã, segundo a vizinhança. Os relatos dão conta de que havia um homem vestido de preto, com um martelo nas mãos.

O vidro estilhaçado não devia estar nos planos do assaltante, que provavelmente se assustou com o barulho e com a movimentação dos vizinhos, fugindo do local sem conseguir entrar no estabelecimento. 

Na vez em que o roubo acabou sendo efetuado, a grade que fica depois da vidraça estava em manutenção. E foi nessa brecha de tempo que a empresa foi assaltada. Nas duas vezes, a empresária registrou boletim de ocorrência, mas até agora não recebeu nenhum retorno da Polícia Civil.

Empreendedora cobra segurança do poder público

Atenção das autoridades

A empreendedora relata que seu material é muito específico e caro. Por isso, reclama mais atenção das autoridades.

“Entro no meu estabelecimento às 9h da manhã e já cansei de sair daqui 2h da madrugada. Tenho filha para criar e responsabilidades, gero três empregos. Faço tudo correto pra quando chegar aqui e encontrar tudo revirado, quebrado e roubado? É desanimador. Aqui na Mendonça Furtado não tem policiamento e precisamos dessa atenção das autoridades”, finalizou Nancyara Bravo.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!