“Livro traz sabedoria”, diz menino que ajuda colegas a aprender a ler

Crianças foram conferir a brinquedoteca que foi instalada no Conjunto Mestre Oscar, na zona norte de Macapá.
Compartilhamentos

Por RODRIGO ÍNDIO

Denilso Júnior, de apenas 9 anos, sonha em ser administrador e vê na leitura uma forma de salvar o mundo. O astuto e simpático menino aprendeu a ler há apenas um ano, mas já faz apresentações na frente da turma na escola e ainda ajuda quem ainda não tem o domínio e o gosto pela leitura.

Denilso Júnior ensina e incentiva amiguinhos Edson e Enzo a ler. Fotos: Rodrigo Índio/SN

“Meu coleguinha de classe tinha muita dificuldade para ler e todos zombavam dele. Fiz diferente, me coloquei no lugar dele e decidi ajudar. Hoje ele está fera pra ler. Acredito que o livro traz sabedoria, e sabedoria pode fazer as pessoas agirem de uma forma melhor para que o mundo seja melhor”, esperançou-se.

Como gosta de ajudar os mais próximos, ele convidou os amigos de “longas datas” Edson Gabriel e Enzo Brito, que são mais novos que ele, para se apaixonar pela arte da leitura e conhecer a brinquedoteca que foi instalada no conjunto Mestre Oscar Santos, na zona norte da capital.

Brinquedoteca do Conjunto Mestre Oscar…

…foi inaugurada nesta sexta-feira e…

…funcionará de segunda a sexta-feira nos turnos da manhã e da tarde

Dona Severa Brito Costa, de 42 anos, foi quem levou, nesta sexta-feira (8), as crianças para participar da programação. Ela conta que se programou cedo porque os meninos estavam ansiosos.

“Vou fazer 7 anos aqui e não existiam projetos desde tipo voltados para as crianças. Elas precisavam disso, principalmente por se tratar de educação. Me sinto feliz porque as crianças daqui gostam da leitura também fora da escola e eu apoio demais a iniciativa. Espero que dure bastante tempo”, disse dona Severa.

Crianças da comunidade agora têm um espaço educativo, lúdico e de convivência

Crianças da comunidade agora têm um espaço educativo, lúdico e de convivência

Severa, mãe de Edson, levou as crianças e aprovou a iniciativa

Segundo a coordenadora do residencial, Karen Priscila, o objetivo é atender cerca de 495 crianças em vulnerabilidade social no Mestre Oscar. O atendimento é voltado para o público na faixa etária de 6 a 14 anos.

A brinquedoteca irá funcionar de segunda a sexta-feira nos turnos da manhã e da tarde, oferecendo às crianças da comunidade um espaço educativo, lúdico e de convivência. Além dos brinquedos que estarão à disposição das crianças, o Plantão Social no Residencial incentivará a leitura por meio do empréstimo de livros.

Karen Priscila: “queremos que as crianças sejam críticas”

“Queremos trazer para a vida das crianças o hábito da leitura para elas virem e emprestar os livros na brinquedoteca e fazer que elas sejam críticas, cresçam e sejam pessoas muito melhores”, reforçou a coordenadora Karen Priscila.

O projeto é de iniciativa da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Trabalho (Semast). O novo espaço fica no Centro Comunitário do habitacional.

Brinquedoteca incentiva o hábito da leitura

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!