Polêmico, projeto elimina prova teórica em concursos públicos de Macapá

Proposta é do vereador novato Alexandre Azevedo (PP) e ainda vai passar por audiência pública
Compartilhamentos

Nota do EDITOR

Vereador de primeiro mandato, mas de uma família que ajudou a escrever a história de Macapá, Alexandre Azevedo (PP) é filho do primeiro prefeito eleito da capital, Azevedo Costa (1986/1988).

Apesar de ser novato na política, o parlamentar chegou chegando na Câmara, onde apresentou um projeto de lei que pode gerar polêmica. Se for aprovado e sancionado pelo prefeito Antônio Furlan (Cidadania), o texto elimina a obrigatoriedade da prova teórica em concursos públicos municipais para determinadas carreiras, como de merendeiras, serventes e outros profissionais de baixa escolaridade.

O projeto, batizado de “Filhos da Pobreza”, ainda vai passar por uma audiência pública. O jornalista Seles Nafes perguntou ao vereador se a iniciativa desestimula a procura por qualificação. Assista no canal SNTV.

 

Seles Nafes
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!