• randolfe (2)
    Senado vai convocar Aneel e Equatorial para explicar o aumento da energia
  • ' />

    Leilão que prevê obras de segurança energética no Amapá ocorre em junho

    Estão previstos R$ 200 milhões em investimentos para construção de 250 km de linhas de transmissão no Amapá.
    Compartilhamentos

    As obras para aumento da segurança energética do estado do Amapá, que sofreu sérios apagões em 2020 e 2021, são um dos destaques do leilão, pré-agendado para junho de 2022, que terá como disputa obras de transmissão de energia elétrica em 10 estados brasileiros.

    O Ministério de Minas e Energia (MME) e a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) enviaram à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) os relatórios técnicos sobre os empreendimentos que irão compor o leilão.

    Nele, estão previstos R$ 200 milhões em investimentos para construção de 250 km de linhas de transmissão no Amapá.

    No total, o leilão colocará em disputa a construção de 4.810 km de linhas de transmissão, com capacidade de entregar 6.030 MVA de potência instalada e R$ 8 bilhões em investimentos.

    Amapá já enfrentou um grande apagão em 2020

    Outros estados

    Também poderão compor o leilão empreendimentos de transmissão cujas obras estão com contratos de concessão em processo de penalidade de caducidade, localizados nos estados do Amazonas, Pará, Rondônia, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina. Esses empreendimentos totalizam 942 km de linhas de transmissão, potência de 1.030 MVA a ser instalada nas subestações e cerca de R$ 1,2 bilhões em investimentos.

    Outras obras de ampliações e reforços no atendimento de energia elétrica, localizadas nos estados de São Paulo, Pará, Sergipe e Acre, irão compor o escopo do leilão, que representam um acréscimo de 1.250 MVA de potência nas subestações.

    O maior volume de obras atenderá a expansão da capacidade de transmissão da região Norte de Minas Gerais, onde estão previstos 3.543 km de linhas de transmissão e 3.750 MVA em capacidade de transformação nas subestações, com investimento em torno de R$ 6 bilhões.

    Seles Nafes
    Compartilhamentos
    Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
    error: Conteúdo Protegido!!