Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

A Polícia Federal (PF) no Amapá incinerou 72 quilos de drogas na manhã desta sexta-feira, 1º, em uma olaria no Bairro Zerão, na Zona Sul de Macapá. Os entorpecentes são resultados de operações da polícia desde 2007. Segundo dados da PF, tem aumentado o número de apreensões de cocaína no estado.

Fotos: Cássia Lima

Incineração ocorreu em olaria de Macapá. Fotos: Cássia Lima

Ao todo, foram 71 quilos de cocaína, 779 gramas de maconha e 154 comprimidos de ecstasy incinerados. Existiam drogas de operações de 2007 até 2016.

De acordo com o escrivão da PF, Rafael Talaquia, até a droga ser incinerada há um longo processo que envolve apreensão, investigação e pedido da incineração ao juiz. Apesar da quantidade, há um esquema já existente de tráfico no Amapá.

Mais de 71 quilos de

Foram 71 quilos de cocaína, 779 gramas de maconha e 154 comprimidos de ecstasy incinerados

“Esse é um número considerado relativamente baixo, se comparado com outros estados, mas a gente vê que a quantidade de cocaína tem aumentado. Acreditamos que existe um tráfico organizado que entra por vias fluviais, entretanto, a gente está sempre tentando combater”.

Drogas

Segundo dados da PF, tem aumentado o número de apreensões de cocaína no estado

A incineração foi acompanhada por membros do Ministério Público Estadual, Ministério Publico Federal, Vigilância Sanitária e Anvisa.

“Esses quilos seriam transformados em cinco mais. Essas drogas destroem muitas famílias, principalmente o ecstasy que potencializa outros crimes e acaba piorando a vidas de muitas famílias”, comentou o procurador Elder Abreu.

Compartilhamentos