Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O deputado estadual Pedro DaLua (PSC) propôs que a Assembleia Legislativa faça uma mediação entre os delegados e a PM no episódio que quase teve um confronto armado entre policiais militares e civis e terminou com o pedido de prisão preventiva de cinco militares e do comandante geral da PM, coronel Rodolfo Pereira.

O parlamentar quer as comissões de Segurança Pública e de Direitos Humanos da Alap realize uma audiência de conciliação entre as partes envolvidas no conflito.

A proposta foi feita pelo deputado Pedro DaLua ao capitão Alex Sandro, assessor de comunicação da PM.

“O objetivo é acalmar os ânimos e fazer com que as duas instituições possam sentar à mesa e buscar resolver a questão administrativamente”, justificou.

Na última madrugada da última terça-feira, 7, três policiais militares receberam voz de prisão do delegado de plantão depois de acionarem spray de pimenta dentro de uma das celas onde estavam criminosos que haviam sido apresentados por roubo. Eles acabaram sendo soltos horas depois porque a ocorrência final acabou não sendo concluída.  

No discurso, o deputado considerou que mesmo com todas as dificuldades, a Polícia Civil e a Polícia Militar conseguem trabalhar com credibilidade, e e que “os dois maiores tratores da segurança pública a favor do povo não podem entrar em choque”, finalizou.        

Compartilhamentos