Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Os moradores da Passarela Guaranis, no Buritizal, zona sul de Macapá, estão respirando aliviados depois que a reforma na passarela principal começou. Mais de 500 metros da ponte estão sendo recuperados pela prefeitura.

Após vários meses de protestos com ruas fechadas, pneus queimados e muitos gritos de ordem, a solicitação da população foi atendida na manhã deste sábado (8). Eles se queixavam de constantes acidentes local devido a má conservação da antiga passarela.

Meio quilômetro de ponte foi recuperado após manifestações. Fotos: André Silva

O aposentado, Hermenegildo dos Passos, de 78 anos, disse que não só ele, mas boa parte de idosos e crianças que vivem no local já sofreram várias quedas no local.

“Agora está bom. Melhor do que estava. Mas não fazem mais que a obrigação deles”, ironizou o aposentado

A dona de casa Joseane Patricia, de 34 anos, acredita que a reforma deveria atender as passarelas que dão acesso para as casas, pois muitas estão muito deterioradas.

Hermenegildo dos Passos: quedas constantes no local

“Eu já caí duas vezes  na frente da minha casa. Minha ponte está muito ruim e eu estando operada então esse risco aumenta”, reclamou.

O pastor Jeferson dos Reis Lopes, de 44 anos, acha que a mudança é uma benção. Ele chama a atenção para o fato da ponte estar sendo reconstruída e não reformada. Ele acredita que as manifestações dos últimos dias surtiram o efeito esperado.

Outras áreas de ponte da cidade devem receber reparos nos próximos dias

Pastor Jeferson dos Reis Lopes: manifestações deram certo

“Para nós está sendo uma benção. Agora nós vamos pisar em algo visível. As manifestações valeram muito a pena” ressaltou o pastor.

A passarela está dentro de um cronograma de reforma de 8 quilômetros de passarelas em bairros de Macapá, executado pela prefeitura. O valor investido de mais de R$ 1 milhão veio de emendas parlamentares.

Compartilhamentos