Compartilhamentos

SELES NAFES

Após decisão do juiz plantonista Luiz Hauseller, do Tribunal de Justiça do Amapá, a Câmara de Vereadores de Macapá foi desocupada pacificamente pelos servidores, e a alteração da Lei Orgânica foi aprovada. A sessão foi fechada, e nem a imprensa pôde registrar.

A votação ocorreu por volta das 16h. Segundo uma fonte consultada pelo portal SELESNAFES.COM, estavam presentes apenas os vereadores e poucos assessores. As galerias, que no dia anterior foram tomadas por manifestantes, estavam vazias.

Os sindicalistas dizem que o projeto retira vantagens, mas a prefeitura diz que essa interpretação é fruto de uma desinformação causada por boataria.

O fato é que o projeto teve 14 votos favoráveis. Os votos contrários foram dos vereadores: Auciney Maciel (PSDB), Diego Duarte (PTC) Marcelo Dias (PSDB) e Cláudio Góes (PDT).

Houve três ausências Iury Pelaes (PMDB), Patriciana Guimarães (PRP), Odilson Nunes (PRB). Pastor Didio (PRB) não votou.

Até as 17h, servidores que saíram do prédio estavam bloqueando a Avenida FAB, onde organizaram um ato público.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos