Polícia prende cantor em 2ª fase da Bifront

Outros mandados estão sendo cumpridos em diferentes bairros de Macapá
Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Durante deflagração da Operação Bifront 2, na manhã desta segunda-feira (3), a Polícia Civil do Amapá cumpriu mandado de prisão contra o cantor regional Naldo Maranhão, de 47 anos, por violência doméstica.

O artista estava em um hotel, no Centro de Macapá, quando recebeu a ordem de prisão e foi encaminhado ao Ciosp do Pacoval.

De acordo com informações da Polícia Civil, Maranhão teria sido denunciado após um episódio de agressão contra a companheira. A própria vítima teria registrado a queixa mas, segundo testemunhas, teria se arrependido. O mandado, entretanto, foi cumprido. A violência se enquadra na Lei Maria da Penha.

Mandados de prisão ocorrem em Macapá´, durante a manhã de segunda Fotos; Olho de Boto

Além do cantor, várias prisões ocorrem durante a manhã por diferentes crimes. Outro caso que chama a atenção é de um homem, de 55 anos, preso pela Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Contra Criança e Adolescente (Derca), no Conjunto Macapaba II, por estupro de vulnerável. O crime teria ocorrido em 2013.  

Operação

A Operação Bifront 2 ocorre em todos os bairros de Macapá. De acordo com o delegado Alan Moutinho, os policiais civis tem cumprido também mandados de busca e apreensão, flagrantes e também tem prestado auxílio nas rondas da polícia Militar.

“Estamos tentando dar maior sensação de segurança a população”, disse Moutinho.

Delegado Alan Moutinho: reforço na segurança pública

Está marcado para 16h desta segunda uma coletiva de imprensa para mais detalhes da operação. Todos os presos serão encaminhados ao Iapen.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.