Caso Tieli: Justiça mantém prisão de atropelador

Defesa apresentou novo pedido de habeas corpus
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O desembargador Agostino Silvério, do Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), negou nesta quarta-feira (9) novo pedido de habeas corpus impetrado pela defesa de Elber Nunes Zacheu, apontado como coautor da morte de Tieli Alves Medeiros, namorada do lutador de MMA Raulian Paixão Frazão.

A defesa de Zacheu argumentou que, passado mais de 78 dias da prisão, sequer foi designada audiência de instrução e julgamento e que o preso é réu primário, com residência na cidade onde ocorreu o delito. 

Porém, o entendimento do desembargador Agostino Silvério, relator do caso, é que o processo tramita regularmente.

Jovem saía de loja de conveniência com o namorado quando homens teriam começado a hostilizá-los. Foto: arquivo pessoal

O caso ocorreu em outubro do ano passado, em Santana, a 17 quilômetros de Macapá. Elber Nunes Zacheu e Jhony de Souza Amoras atropelaram o casal, após uma discussão em um estabelecimento comercial, durante a madrugada. 

Ambos estão presos desde o dia 21 de outubro, no Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), onde aguardam decisão da Justiça. 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.