Após meses em coma, morre a bebê “Catarina Adormecida”

Após entrar em coma e ter alta do hospital, Catarina vivia com auxílio de aparelhos e cuidados 24h em uma mini UTI, montada em casa.
Compartilhamentos

Por RODRIGO INDINHO

Morreu na madrugada desta quarta-feira (10), por volta de 1h15, em um hospital particular de Macapá, a pequena Catarina Silva Santos, de 1 ano e 3 meses, que comoveu os amapaenses com sua história de luta pela vida. Ela estava em coma há dez meses e já havia perdido a mãe e a irmã gêmea dois meses após o nascimento.

O portal SelesNafes.Com contou todo o drama vivido pela menina que ficou conhecida como “Catarina Adormecida”.

Após entrar em coma e ter alta do hospital, Catarina vivia com auxílio de aparelhos e cuidados 24h em uma mini Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) montada em casa. Ela teve complicações e precisou ser levada novamente para o hospital na última semana. O anúncio do falecimento foi feito oficialmente pela família nas redes sociais.

Após entrar em coma e ter alta do hospital, Catarina vivia com auxílio de aparelhos e cuidados 24h

“Agradecemos a todas as pessoas que oraram por nossa pequenina e desejaram saúde. Elas só mostram o quanto ela era querida por todos nós. Deus a chamou para o lado de sua mãezinha Núbia e sua irmã Valentina”, diz a nota de falecimento.

O comunicado também fala dos ensinamentos deixados por “Catarina adormecida”.

“Catarina teve uma história de vida curta, porém, de extrema valia, pois ensinou nesse tempo às pessoas para terem mais amor ao próximo, gratidão e solidariedade”, enfatiza a nota.

O velório acontece desde às 8h, no Sindicato dos Servidores Públicos Federais e Civis do Amapá (Sindsep-AP), localizado na Avenida Almirante Barroso, número 21, no Centro de Macapá. Por desejo da família, o corpo será cremado às 17h.

Fotos: Rodrigo Indinho/SN

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.