Ex-cônsul francês é autuado por falsa identidade

Policial registra em imagem o aviso colocado pelo autuado na porta do escritório onde funcionava o "Consulado Honorário".
Compartilhamentos

Por DA REDAÇÃO

Logo após o fim da cerimônia da tão esperada reabertura do Consulado Francês em Macapá, nesta segunda-feira, a Polícia Civil do Estado anunciou que autuou o ex-cônsul honorário, Alain Jean Pierre Crais, sob a acusação de falsa identidade crime previsto no art. 307, do Código Penal.

A autuação, feita pelo delegado Fábio Araújo, ocorreu praticamente no mesmo momento em que o novo cônsul honorário, Fabien Fournet, era apresentado à comunidade amapaense.

Segundo a Polícia Civil amapaense, Jean Pierre Crais foi cônsul honorário da França em Macapá até o dia 16 de fevereiro de 2018, quando foi destituído do cargo pela Embaixada da França. Entretanto, surgiram indícios de que após essa data, ele continuou se apresentando publicamente e atuando como cônsul, inclusive, mantendo um escritório, que denominava “Consulado Honorário”.

Segundo o delegado Fábio, a polícia recebeu um pedido do Consulado Geral da Embaixada da França no Brasil para que investigasse a situação. A apuração comprovou a denúncia.

“No mês de março, um mês antes da reabertura oficial do Consulado em Macapá, o autuado colocou um aviso na porta do escritório onde funcionava o Consulado Honorário, informando que as atividades seriam encerradas no mês seguinte”, revelou o delegado.

Em depoimento, Jean Pierre Crais alegou que considerava inválida a sua destituição do cargo. Após o procedimento, ele foi encaminhado ao Juizado Especial Criminal da Comarca de Macapá.

Foto: Ascom/PC

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!