Fiscalização aperta o cerco a lotações

Operação conjunta retirou de circulação 16 carros que faziam o transporte irregular de passageiros no trecho Macapá-Santana
Compartilhamentos

Da REDAÇÃO

A fiscalização de órgãos municipais e estaduais de trânsito apertou o cerco contra as lotações que fazem o transporte irregular de passageiros e de carga entre os dois municípios mais populosos do Estado, Macapá, e o município de Santana, a 17 km de Macapá.

A ação consistiu em uma operação conjunta entre agentes Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac), militares do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) e técnicos da Secretaria de Estado dos Transportes (Setrap). A operação ocorreu na rodovia que interliga as duas cidades, a Rodovia JK. Além das chamadas lotações, que transportam passageiros, as barreiras também visaram caminhões sem licença de tráfego.

O esforço conjunto notificou e recolheu dezesseis carros de lotação e seis caminhões sem licença de tráfego. Os veículos foram levados para o pátio da CTMac e os proprietários têm prazo de 15 dias para apresentar justificativa. A multa pode chegar a R$ 263,24 para caminhão sem licença e R$ 1.252,03 para carro de lotação.

A CTMac alerta que além de ilegal, o transporte clandestino é perigoso, pois já existe diversos registros de criminosos que fingem ser motoristas de lotação para assaltar passageiros. A recomendação é que a população dê preferência aos serviços regulamentados, como taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativo.

Saiba mais:

Mototaxista clandestino que assaltou passageiro é indiciado. VÍDEO

Mototaxista clandestino acusado de estuprar passageira vai para o Iapen

Preso, falso mototaxista abordava mulheres sozinhas para roubá-las

Foto de capa: Ascom/PMM

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!